Léo Santos Corinthians

Léo Santos tem recebido chances de Loss como volante (Foto: Daniel Augusto Jr)

Guilherme Amaro
10/08/2018
07:00
São Paulo (SP)

O Corinthians chegou a ter nove volantes nos primeiros meses da temporada e diminuiu as opções para sete, contando Mantuan, que é o reserva imediato da lateral direita. Após se esforçar para enxugar o elenco, porém, o Timão sofre justamente na posição que antes era a mais farta e tem visto o zagueiro Léo Santos ser improvisado.

Renê Júnior operou o joelho esquerdo e só voltará a jogar em 2019, Paulo Roberto trata dores no tornozelo direito e Ralf aprimora o condicionamento físico após lesão na panturrilha esquerda (pode voltar a ficar à disposição para domingo). Agora, o departamento médico deve ganhar um novo volante: Douglas, que sofreu uma pancada no pé direito durante a partida contra o Colo-Colo, voltou do Chile de muletas e será avaliado nesta sexta-feira.

Os desfalques abriram caminho para o zagueiro Léo Santos atuar improvisado no setor. Foi ele o escolhido pelo técnico Osmar Loss para entrar contra o Colo-Colo quando Gabriel foi expulso. Não havia volantes disponíveis no banco de reservas.

Léo Santos também foi volante nos amistosos durante a Copa do Mundo e contra o Atlético-PR, quando substituiu o poupado Gabriel. Contra a equipe paranaense, os volantes disponíveis eram Douglas, titular, e Thiaguinho, que atuou improvisado na lateral direita.

Para a próxima partida, porém, Léo Santos deve atuar em sua posição de origem. Isso porque Pedro Henrique recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão. Em entrevista recente, Léo Santos disse torcer por oportunidades na defesa, mas não descartou ser improvisado como volante. Com desfalques, é capaz de o zagueiro ganhar mais chances no meio de campo.