Corinthians x Fortaleza

Corinthians não conseguiu repetir o bom segundo tempo que teve contra o Coxa (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Alexandre Guariglia
27/08/2020
08:00
São Paulo (SP)

O Corinthians arrancou um empate do Fortaleza com um golaço de Luan, na última quarta-feira, pela quinta rodada do Brasileirão-2020, mas resultado e atuação estiveram longe de atender as expectativas após semana cheia de trabalho e uma partida satisfatória diante do Coritiba. O time voltou a ter enorme oscilação de intensidade dentro do jogo e não conseguiu vencer.

Apesar de Tiago Nunes criticar a visão simplista que olha apenas para o resultado, a verdade é que o desempenho da equipe não provoca reação muito diferente daquela trazida pelo empate em casa. Para quem esperava um Timão encorpado pela diferença de uma semana (hoje um trunfo) entre um jogo e outro, e pelas lições que o confronto diante do Coritiba trouxeram, acabou vendo uma atuação de muitos altos e baixos, e pouca consistência.

- Na minha ótica a equipe jogou bem, ficou exposta em algum momento que tirei um volante e coloquei mais um atacante. Se tivéssemos vencido hoje a equipe teria encaixado, como não venceu, não encaixou. Concordo que temos que brigar sempre por título, mas é um campeonato duro, em que as equipes vêm fechadas para cá - disse o treinador corintiano em entrevista coletiva virtual após o duelo, antes de completar o raciocínio:

- Acho que é um processo normal, a cada jogo a equipe cresce um pouco mais. A equipe teve um volume de grande hoje. Os principais armadores acabam sendo os zagueiros porque o adversário abaixou suas linhas. Estamos tentando melhorar a cada jogo, mas pela luta dos jogadores eu continuo satisfeito e acreditando que estamos no caminho certo - complementou. 

De fato o Fortaleza veio para a Arena Corinthians com um sistema defensivo bem sólido, que foi melhorando ao longo da partida, assim que conseguiu neutralizar as principais alternativas de ataque dos donos da casa. Até os 15 minutos do primeiro tempo, o Alvinegro teve três boas chances para abrir o placar. No entanto, depois disso, a intensidade diminuiu e tirando duas oportunidades de Jô, os cearenses levaram o jogo como quiseram.

Tanto levaram que até conseguiram se aproveitar da falta de intensidade e da lentidão do Corinthians na volta do intervalo, e chegaram a abrir o placar após falhas sucessivas da defesa alvinegra, que deixou Wellington Paulista e Romarinho (autor do gol), confeccionarem o lance como gostariam. A jogada lembrou até o gol sofrido diante do Coritiba, o que mostra uma recorrência.

Com o peso de uma derrota em casa nas costas, Tiago Nunes mexeu na estrutura da equipe e tirou Cantillo e Léo Natel para as entrada de Gustavo Mosquito e Boselli, aumentando o volume no ataque, mas um pouco antes, no primeiro momento de perigo da segunda etapa, já depois dos 20 minutos, Luan acertou a trave em lance maluco, que quase culminou no empate.

Recuado, o Fortaleza acabou "ressuscitando" a intensidade corintiana, deixando o adversário mais perto de chegar ao gol, embora o volume fosse maior do que as chances reais. Até que Luan, aproveitando vacilo dos cearenses, tirou um coelho da cartola e emendou um belo chute de fora da área, marcando um golaço que acabou aliviando o time da casa.

E aliviou tanto que faltou novamente intensidade para buscar o gol da virada, aproveitando o bom momento e a empolgação de furar a retranca tricolor. Acontece que o contrário aconteceu, quem despertou dessa vez foi o Fortaleza. Rogério Ceni adiantou sua equipe, jogou o Corinthians para a defesa e foi quem ficou mais próximo de garantir os três pontos na Arena em Itaquera.

- A equipe também quase ganhou, então esse detalhe do quase perdeu ou quase ganhou é uma diferença de metros. Em se tratando do Corinthians, vocês têm a avaliação da ótica negativa, eu busco olhar o lado positivo que criamos muitas chances, mas a questão é do aproveitamento. Quem jogou bola sabe, quem conhece o vestiário sabe, é momento da bola entrar para fazer a diferença - analisou Tiago Nunes depois do empate.

O próximo compromisso do Corinthians será neste domingo, às 11h, diante do São Paulo, no Morumbi, pela sexta rodada do Brasileirão-2020. Até lá, Tiago Nunes terá pelo menos três atividades para ajustar o time para disputar o Majestoso. Neste momento, após quatro rodadas, o Alvinegro ocupa a 12ª posição na tabela da competição com cinco pontos em 12 possíveis.