Osmar Loss Corinthians

Loss tem apenas Douglas de segundo volante à disposição (Foto: Daniel Augusto Jr)

Guilherme Amaro
03/09/2018
07:00
São Paulo (SP)

O técnico Osmar Loss tem tido dificuldades para escalar o Corinthians durante a maratona de jogos após a Copa do Mundo. Com desfalques, o treinador tem carência especialmente em uma posição: a de segundo volante. Depois de vender Maycon e contratar Douglas, o Timão perdeu Renê Júnior, que operou o joelho esquerdo e só voltará a jogar em 2019. Com isso, Douglas é o único jogador considerado segundo volante à disposição no elenco.

No jogo contra o Atlético-MG, por exemplo, Douglas teve de cumprir suspensão e foi substituído por Gabriel. Assim, o Corinthians atuou com dois volantes de contenção: Gabriel e Ralf.

- Estamos com dificuldades de ter um jogador com as características do Douglas. Até demoramos para encontrá-lo quando o Maycon saiu - admitiu Loss.

Quando não tem Douglas disponível, uma outra alternativa é escalar a equipe mais ofensiva. Na derrota por 2 a 1 para a Chapecoense, o Timão teve Araos em um sistema 4-1-4-1.

- Muitas vezes a escolha de uma equipe passa pelo adversário. A gente sabe que o Atlético-MG flutua pelo meio, e optamos por essa formação (com Ralf e Gabriel). Sobre o Araos, já fui muito claro que ele é um meia que chega na área, finaliza, e pode ser usado de segundo volante quando a gente quiser um time muito ofensivo. Ele é um meia com característica de infiltração, e não de criação como o Jadson - analisou o treinador.

Corinthians não terá laterais reservas

Para os próximos jogos, o Corinthians terá carências nas laterais. Isso porque Fagner será desfalque por até quatro semanas por conta de uma lesão na coxa direita. Na outra ponta, o reserva Carlos Augusto se reapresenta à Seleção Brasileira Sub-20 nesta segunda-feira e perderá os três próximos jogos.

Ou seja, caso não possa contar com Mantuan e Danilo Avelar, o treinador terá de improvisar algum jogador na lateral.