Danilo Avelar - Corinthians

Danilo Avelar marcou o primeiro gol do Corinthians sobre o Oeste (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Gabriel Santos*
27/07/2020
08:00
São Paulo (SP)

O Corinthians precisou quebrar um tabu para conquistar a classificação improvável para o mata-mata do Campeonato Paulista. Até a vitória sobre o Oeste por 2 a 0, em Barueri, a equipe comandada por Tiago Nunes não havia vencido nenhum confronto fora de casa nesta temporada. 

Antes da vitória importantíssima, foram seis jogos fora da Arena Corinthians, com três empates (Mirassol, São Paulo e Novorizontino) e três derrotas (Ponte Preta, Água Santa e Guaraní-PAR). Entre essas partidas, reveses que viraram crise no clube, como para o Água Santa, de virada e para o Guaraní pela primeira fase da Libertadores. 

Com essa vitória sobre o Oeste, o Timão deixou de estar no grupo das equipes da Série da Brasileirão que não venceram fora de seus domínios. Agora, o Botafogo é o único time que não ganhou fora de casa na temporada.  

O zagueiro Danilo Avelar, autor do gol que abriu o placar no último domingo, comemorou o resultado e mostrou confiança para os próximos jogos. 

– Como eu tinha dito esses dias, continha matemática, probabilidade, nós íamos dar nosso máximo, demos o nosso máximo. Conseguimos nosso objetivo, conseguimos classificar. Chegamos. E quando o Corinthians chega a gente sabe, todo mundo sabe, que essa camisa pesa muito. Fizemos por merecer – disse Avelar.


Além de quebrar o tabu fora de casa, o Corinthians também voltou a vencer um clube considerado 'pequeno' no estadual. Das oito partidas do Paulistão em que enfrentou times "menores", o Corinthians havia conseguido apenas uma vitória, diante do Botafogo-SP, por 4 a 1, logo na primeira rodada da competição.

Desde então, o Alvinegro não voltou a vencer adversários dessa lista dos clubes de menos expressão no torneio. Tinham sido quatro empates: Mirassol (1 a 1), Santo André (1 a 1), Novorizontino (1 a 1) e Ituano (1 a 1), sendo dois dentro de casa e dois como visitante. 

Ainda assim, o Corinthians registrou resultados piores, já que foram três derrotas diante de equipes "menores": Ponte Preta (2 a 1), Inter de Limeira (1 a 0) e Água Santa (2 a 1), sendo duas delas fora de casa e uma como mandante.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini