Carille

Carille precisa melhorar muito a equipe para alcançar objetivos importantes no segundo semestre (Foto:Reprodução)

LANCE!
30/06/2019
08:58
São Paulo (SP)

A primeira semana de trabalhos da parada para a Copa América parece não ter surtido efeito no Corinthians. Velhos erros do primeiro semestre voltaram a aparecer e contribuíram para a derrota do Timão por 2 a 1 para o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

Restam ainda duas semanas de treinamento e dois amistosos, contra Vila Nova e Maringá, para o treinador Fábio Carille conseguir arrumar os problemas do time e almejar algo de importante na temporada. 

São dois os problemas que parecem ser os mais urgentes a serem corrigidos: a falta de ofensividade da equipe, que sofre para criar oportunidades, e o sistema defensivo em jogadas de bola aérea. Foi em dois tipos dessa jogada que o Timão levou os gols no amistoso.

No setor ofensivo, Carille decidiu escalar o meia Régis para fazer a armação das jogadas. O jogador, porém, demonstrou muito desentrosamento com os companheiros, muito por conta dos poucos minutos jogados no primeiro semestre - apenas 21. Com a entrada de Sornoza no segundo tempo, o Timão deu uma leve melhorada, mas não chegou a levar muito perigo ao gol do rival. 

As estreias também foram tímidas.  O volante Matheus Jesus, o jogador com mais expectativas entre os estreantes, se mostrou tímido e pouco avançou ao ataque.

A fala de Boselli, que criticou muito o time após a partida, demonstra a irritação do elenco na temporada e mostra que o Corinthians precisa evoluir rapidamente para dar alegrias à torcida.

– Nós temos que melhorar muito. Não estamos jogando bem. Temos que trabalhar muito se quisermos crescer nos campeonatos. Assim, jogando desse jeito, creio que não conseguiremos nada. Temos mais umas semanas para trabalhar e nos acertar – disse o atacante ao SporTV, logo depois do duelo.