Santos x Corinthians

Ivan Storti/Santos FC

Yago Rudá
13/06/2019
08:34
São Paulo (SP)

A estratégia de jogo do Corinthians para o clássico na Vila Belmiro não deu nada certo. Ciente da força de seu adversário, o técnico Fábio Carille colocou sua equipe na defesa e apostou nos contra-ataques. Na prática, no entanto, o que se viu foi uma superioridade do Santos em quase toda a partida e o Timão completamente dominado. A vitória do Peixe, por 1 a 0, poderia muito bem ter sido mais ampla.

Desfalcado de Fagner e Michel Macedo na lateral, Carille se viu obrigado a improvisar o zagueiro Bruno Méndez na posição. Com a saída de Sornoza para a entrada de Ramiro, o time ficou escalado com três zagueiros e três volantes. A ideia era se defender.

No começo, principalmente nos 15 minutos iniciais, a tática do Corinthians deu certo. O Santos não conseguiu penetrar a defesa do time, mas, por outro lado o time de Carille também não conseguiu contra-atacar.

De lá até o fim da partida, o time do Parque São Jorge viu os mandantes dominarem o duelo na Vila Belmiro e ficou completamente acuado. Ao todo, foram 11 finalizações do Santos contra apenas uma do Corinthians.

O mais preocupante é o desempenho. Em nenhum momento o time de Fábio Carille esboçou alguma reação. Tanto Clayson como Ramiro, escalados pelas pontas, não conseguiram impôr velocidade. O atacante Vagner Love ficou completamente isolado na frente e os meio-campistas limitaram-se a defender.

O desempenho do Corinthians muito lembrou as performances apresentadadas no começo do primeiro semestre e que foram duramente criticadas, inclusive pela própria comissão técnica.

Nas próximas semanas, o elenco terá tempo hábil para treinar e consertar os erros. O Corinthians foi presa fácil na Vila Belmiro e, mais uma vez, não teve inspiração alguma. A tática defensiva não está mais dando tanto resultado quanto foi em temporadas anteriores.