Guilherme Amaro
05/07/2018
07:05
São Paulo (SP)

Na última terça-feira, o técnico Osmar Loss disse que o torcedor do Corinthians passaria a ver a equipe mais compacta e incisiva a partir do amistoso contra o Cruzeiro. Realmente o Timão mostrou compactação no jogo realizado no Mineirão, mas ainda não foi tão incisivo do jeito que o treinador quer.

Além do gol de Pedro Henrique que surgiu em bola parada, o Corinthians levou realmente perigo em três oportunidades. Na primeira, mais incisivo impossível: Walter cobrou tiro de meta rapidamente, Clayson tocou e Romero abriu o placar. Na segunda, em uma jogada mais trabalhada com Rodriguinho. A terceira foi o único contra-ataque bom do segundo tempo, quando Marquinhos Gabriel acionou Pedrinho, que atrapalhou-se e não conseguiu finalizar.

- Há coisas que precisamos evoluir na transição, mas fico satisfeito de ver o nível de concentração para tirar proveito e fazer aquele primeiro gol - analisou Loss após a vitória no Mineirão.

Por outro lado, o técnico ficou satisfeito com o desempenho defensivo. Compacto no 4-2-3-1, o Corinthians sofreu realmente perigo apenas no início do segundo tempo. Walter fez boas defesas, e Loss exaltou o fato de o Timão "saber sofrer". No primeiro tempo, o goleiro havia sido exigido apenas uma vez.

Loss ainda terá tempo para fazer ajustes na equipe. O próximo jogo oficial será apenas no dia 18 de julho, contra o Botafogo, na Arena Corinthians. Até lá, o Timão tem período para treinar e realizará mais dois amistosos: contra Grêmio, no domingo, e Cruzeiro, na próxima quarta-feira. Ambos serão em Itaquera.