CRB x Corinthians - 23/08/2008

Herrera marcou um dos gols do Timão contra o CRB, pela Série B de 2008 (Foto:Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Yago Rudá
30/10/2019
07:00
São Paulo (SP)

Nesta quarta, às 21h30, o Corinthians volta a jogar uma partida oficial no estado de Alagoas após um hiato de 11 anos ou 4.085 dias. Pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Timão mede forças com o CSA no estádio Rei Pelé. Na última vez que o Alvinegro fez uma partida em Maceió, o clube disputava a Série B, no longínquo ano de 2008. 

TABELA
>Veja a classificação do Campeonato Brasileiro 

Em agosto daquele ano, o Corinthians do hoje palmeirense Mano Menezes foi enfrentar o CRB na abertura do segundo turno da Segundona. Com gols do argentino Herrera, que vivia grande fase com a camisa do Timão, e de Careca, o Alvinegro bateu o time da casa, por 2 a 1. O clube do Parque São Jorge viria a ser campeão naquela temporada com um aproveitamento de 74%. 

De lá para cá, o Timão enfrentou muitas mudanças. O clube conseguiu feitos importantes como a repatriação do atacante Ronaldo em 2009,  as três edições do Campeonato Brasileiro (2011, 2015 e 2017), o inédito título da Copa Libertadores e o bicampeonato mundial, ambos em 2012. Durante todo esse tempo, os três principais clubes de Alagoas (CSA, CRB e ASA) não conseguiram acesso à elite do futebol nacional e não cruzaram o caminho do Timão em outras competições. 

Nesta quarta, o Corinthians tenta reeditar a façanha da década passada, agora contra o CSA do técnico Argel Fucks. O time, hoje comandado por Fábio Carille, não vence há seis rodadas e está em franca queda na tabela de classificação. O Alvinegro está na sexta colocação, mas vê o Grêmio ameaçando sua vaga na Copa Libertadores do ano que vem, e precisa dar uma resposta.

Sem Vagner Love, em recuperação de dores no músculo adutor da coxa direita no CT Joaquim Grava, e Mauro Boselli - suspenso pelo terceiro cartão amarelo - o Timão vai apostar suas fichas em Gustagol. O atacante Clayson, reserva contra Cruzeiro e Santos, é outro nome que volta à equipe de Fábio Carille. A tendência é de que o Corinthians inicie a partida com Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf e Júnior Urso; Pedrinho, Sornoza (Mateus Vital) e Clayson; Gustagol.