LANCE!
21/07/2018
23:57
São Paulo (SP)

Após a despedida de Rodriguinho do Corinthians, no clássico contra o São Paulo, em que o rival venceu por 3 a 1 na noite deste sábado, o técnico Osmar Loss lamentou as baixas no elenco. Além do meia, vendido ao Pyramides, do Egito, Maycon, Balbuena e Sidcley também foram negociados.

Loss afirma que a melhor forma de lidar com as saídas é "se adaptar", mas que requer tempo para voltar a ter o mesmo sincronismo e entrosamento com o time.

- Em relação ao Rodriguinho não tem nada passado pra mim. São possibilidades. A gente tem que se adaptar. Temos o Jadson, temos o Mateus Vital. Se perdemos, vamos ter que nos adaptar. Todas as saídas dificultam o trabalho. Requer tempo para que o mesmo sincronismo que, no ano passado, com Pablo e Balbuena. É difícil - disse.

- Um trabalho facilita a continuidade, o desenvolvimento. Como falei, tem que se adaptar. Reinventar. Quem é reserva, teve os mesmos treinamentos de quem era titular. Os resultados são importantes e teremos que ir em busca deles - emendou.

A diretoria do Timão vendeu Rodriguinho por 6 milhões de dólares (cerca de R$ 22,6 milhões). Do valor total, o Corinthians tem direito a 50%, o Capivariano a 40% e o América-MG a 10%.