Carlos Augusto - Corinthians x Mirassol

Carlos Augusto pode estar de saída para o Monza, clube da Itália (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Fabio Chiorino e Rodrigo Borges
21/08/2020
09:08
São Paulo (SP)

Agosto já está na reta final e ainda não é possível entender qual é o planejamento de elenco do Corinthians para 2020.

Após começar a temporada apresentando Tiago Nunes como técnico e Luan como a grande contratação, o que se viu depois foi uma desaceleração provocada com a queda precoce na Copa Libertadores, que só foi revertida durante a pandemia com as saídas de Vagner Love e Gustagol e a chegada de Jô.

Mas os movimentos não pararam por aí e agora o clube negocia a venda do lateral-esquerdo Carlos Augusto [na foto acima], que se firmou no lugar de Sidcley - outro repatriado sem qualquer convicção.


O rombo financeiro do clube, que em 2019 acumulou uma dívida de R$ 665 milhões, não tinha como ser contornado com a venda de Pedrinho ao Benfica, e o próprio presidente Andrés Sanchez admite que novas saídas serão necessárias para fechar as contas. Por isso mesmo, causa estranheza o acerto iminente com o meia Otero como "negócio de oportunidade, tendo que bancar boa parte do seu salário, um dos mais altos do Atlético-MG, de onde acabou dispensado por Jorge Sampaoli.

O Corinthians tinha no Campeonato Paulista a chance de disfarçar uma ano de penúria técnica, intensificado com a parada forçada e a fragilidade financeira apresentada pelo clube. E tudo isso em ano de eleição. Aquele Corinthians todo poderoso ainda pode ressurgir, mas hoje está escondido sob suas próprias improvisações.

O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. Leitura rápida, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges. Clique aqui e inscreva-se.