Giuliano - Corinthians

Giuliano tem grande potencial para melhorar o time, mas não é o salvador (Foto: Reprodução/Corinthians TV)

Alexandre Guariglia
18/07/2021
07:00
São Paulo (SP)

Sem o time jogar, o torcedor do Corinthians viveu uma semana de felicidade, com rumores sobre reforços e a confirmação de um deles, o meia Giuliano. Mas foi só o time voltar a atuar no último sábado que a realidade bateu na porta novamente: derrota de virada para o Atlético-MG, que vive ouro patamar na tabela do Brasileirão. Diante disso, uma lição foi aprendida: a nova contratação vai ajudar demais a equipe, porem ainda há muito a melhorar.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Jemerson e Otero dão adeus! Veja quem já deixou o Corinthians em 2021

Com um primeiro tempo bastante honesto, em que conseguiu segurar o Atlético-MG e neutralizar as suas forças, além de marcar um gol em contra-ataque, o Timão parecia caminhar para uma vitória importante e que daria moral para jogadores e comissão técnica, mas a volta para o segundo tempo foi muito abaixo do esperado e o Galo passou pro cima dos corintianos.

É muito evidente que os valores individuais do time mineiro são superiores aos do Corinthians, mas ficou bastante claro que o elenco e o time também o são. Mesmo poupando jogadores e em meio a uma disputa contra o Boca Juniors pela Libertadores, o Atlético-MG dominou completamente o adversário na etapa final e acabou virando o jogo com um extra classe como é Hulk.

Engana-se, porém, quem pensa que Giuliano pode fazer como Hulk e ser a diferença corintiana daqui para frente. Posso ser desmentido pelos fatos vindouros, mas o atleticano só consegue ter esse poder de decisão porque o restante do time lhe dá suporte e é muito bem treinado por Cuca. Hoje, nem o elenco do Timão, nem o seu treinador têm condições de fazer algo do tipo.

Há problemas na criatividade que Giuliano pode resolver. Há problemas em dividir com Gustavo Mosquito a dependência ofensiva, que o novo reforço também pode solucionar, mas ainda temos outros importantes fatores e setores que precisam ser corrigidos e que o meia não vai poder contribuir, como a dificuldade de manter resultados e a pegada em dois tempos.

Além disso, é bastante notório que alguns jogadores importantes não estão em suas melhores fases, seja na defesa, no meio ou no ataque. As opções no banco de reservas são limitadas no sentido de mudar algo em uma partida, o nível não se mantém e na maioria das vezes cai. Somente Giuliano não vai conseguir solucionar essas questões pelo fato de ser um atleta acima da média.

Por fim, o sucesso também depende do trabalho da comissão técnica e de como ela vai utilizar o novo reforço. Se depender do crivo da torcida neste momento, as críticas serão grande e isso é um fator a ser levado em consideração nessa análise. A confiança da diretoria no treinador precisa estar em dia, com respaldo necessário e noção de que Giuliano não é o salvador.