Jucilei - Corinthians

Jucilei defendeu o Corinthians de 2009 a 2011 (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Alexandre Guariglia
10/06/2020
13:09
São Paulo (SP)*

Os problemas financeiros do Corinthians parecem não ter fim. Desta vez o agravante vem de uma condenação na Justiça, em processo trabalhista movido pelo volante Jucilei, que deixou o clube em 2011. Os valores a serem recebidos ainda serão calculados A informação foi dada inicialmente pelo repórter João Paulo Capellanes, da Rádio Bandeirantes, e confirmada pelo LANCE!.

ERRATA: Inicialmente o LANCE! apurou que o volante receberia R$ 14 milhões, em 18 parcelas, porém a informação está equivocada e foi devidamente corrigida, conforme explicação do advogado do atleta, João Henrique Chiminazzo.

A ação foi movida por Jucilei em 2013, ainda na gestão Mário Gobbi. Os pedidos eram referentes ao período em que jogou no Timão, entre 2009 e 2011, e envolviam direito de imagem e valores de rescisão de contrato no ato de sua venda ao Anzhi-RUS, clube que pagou cerca de 10 milhões de euros, na época.

O despacho do processo, efetuado no início deste mês, não permite mais recursos ao Corinthians, ou seja, o clube terá de pagar os valores que forem determinados. Agora, o processo volta para a 1ª instância na Justiça do Trabalho em São Paulo, onde será calculado o que é devido, segundo disse o advogado do atleta, João Henrique Chiminazzo, para a ESPN.

- Agora, o processo volta para a 1ª instância, para achar os valores do direito de arena e tudo o que foi pedido, toda a condenação - afirmou.

Chiminazzo também usou sua conta no Instagram para falar sobre a "fake news" em relação aos valores do processo. Confira o post abaixo:

Jucilei está atualmente livre no mercado após rescindir contrato com o São Paulo, em fevereiro deste ano. Pelo Corinthians, o volante disputou 99 jogos oficiais e marcou seis gols, além de chegar a ser convocado pela Seleção.

*Atualizada às 16h