Corinthians x Boca Juniors - Comemoração Corinthians

Maycon marcou os seus primeiros dois gols no retorno ao Timão (Foto: Alex Silva / LANCEPRESS!)

Fábio Lázaro
26/04/2022
23:28
São Paulo (SP)

O Corinthians conheceu a sua segunda vitória consecutiva pela Libertadores, e de forma contundente. Na noite desta terça-feira (26), o Timão bateu o Boca Juniors por 2 a 0, na Neo Química Arena, pela terceira rodada do grupo E da competição continental. O destaque ficou para o meia Maycon, autor dos dois gols do jogo.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros da história do Corinthians
> GUIA - Tudo o que você precisa saber sobre o Timão na Libertadores
> TABELA - Confira e simule os jogos da Libertadores

Com o triunfo, o Timão assumiu a liderança da sua chave na competição, com seis pontos. A posição será mantida, caso Always Ready-BOL e Deportivo Cali-COL empatem nesta quinta-feira (28). Caso a partida tenha um vencedor, a liderança será definida por saldo de gols.

Como nota triste, a partida também teve registrada o ato de racismo de um torcedor do Boca Juniors contra corintianos. O autor das ações foi identificado pela Polícia Militar e detido ainda no intervalo da partida.

TUDO O QUE O CORINTHIANS QUERIA

Após uma derrota por 3 a 0 no clássico contra o Palmeiras, no último fim de semana, pelo Campeonato Brasileiro, tudo o que o Corinthians precisava contra o Boca Juniors era um gol cedo. E aconteceu.

O Timão se impôs ofensivamente contra o clube argentina e na primeira chegada ao gol adversário tirou o zero do placar, com Maycon, que marcou pela primeira vez em seu retorno ao time alvinegro.

E foi um tento construído de forma coletiva, em um jogada que começou Renato Augusto invertendo o jogo da esquerda para direita e encontrando o lateral Fagner que, livre, cruzou na medida para o camisa 5 tirar o zero do placar.

TIMÃO ON FIRE E SÓ FALTANDO ACERTAR A ÚLTIMA BOLA

Ligado, o Corinthians jogava com o espírito de Libertadores, não dava espaço para o Boca, mas tinha dificuldades no último passe.

Tanto que só chegou a sua segunda chance clara aos 16 minutos, com uma bola cruzada pela esquerda por Fábio Santos, que foi desviada no meio da área por Renato Augusto e sobrou para Adson livre pelo lado direito. O camisa 28 encheu o pé rasteiro, mas o goleiro Javier Garcia fazer a defesa firme.

Na sequência, o Timão quase abriu o placar em um vacilo do goleiro Javier Garcia, que quase passou de uma bola que ficou quicando na grande área após Renato Augusto subir de cabeça.

RESPOSTA DO BOCA

A resposta do Boca aconteceu na sequência, com uma bola em que Maycon tentou parar a armação Xeneize no meio-campo, mas Medina foi acionado pelo lado direito e Vázquez chegou livre na entrada da pequena área e não alcançou a bola por centímetros.

RENATO AUGUSTO QUASE AMPLIA

Aos 28 minutos da etapa inicial, Renato Augusto quase deixou a marca daquela forma que todos conhecemos, uma tapa na bola de média distância. O jogador recebeu pela esquerda, fintou Zambrana e mandou com perigo por cima do gol de Garcia.

SHOW DE CARTÕES AMARELOS

Em cinco minutos, cinco cartões amarelos foram dados pelo árbitro uruguaio Andrés Matonte, sendo quatro deles para o Corinthians. Fagner, Renato Augusto e Du Queiroz foram advertidos por faltas, a cometida pelo último culminou em um princípio de briga entre os atletas dos dois times.

Após o tempo fechar, Raul Gustavo e Medina, do Boca, foram amarelados.

CORINTHIANS DIMINUIU O RITMO, E BOCA VAI PARA CIMA

O Timão voltou em um ritmo inferior no segundo tempo, abaixou as suas linhas e passou a dar espaços para o Boca. O time argentino teve mais a bola, mas pouco conseguiu criar chances claras de gol. 

MAYCON MATA O JOGO

Aos 32 minutos do segundo tempo, o Corinthians conseguiu encaixar a bola que faltava. E novamente com Maycon, que de cabeça encontrou Willian, que puxou contra-ataque pela esquerda, serviu Róger Guedes, que invadiu a área, finalizou, a bola parou no goleiro e a bola voltar para Maycon marar o segundo dele, do Timão e do jogo.

CORINTHIANS 2 X 0 BOCA JUNIORS-ARG
TERCEIRA RODADA - GRUPO E - LIBERTADORES


Local: Neo Química Arena, São Paulo, Brasil
Data e hora: 26 de abril de 2022, às 21h30
Árbitro: Andrés Matonte (URU)
Assistentes: Richard Trinidad e Martin Soppi (URU)
Público/renda: 44.449 pessoas / R$ 4.611.628,25
Cartões amarelos: Fagner, João Victor, Renato Augusto, Raul Gustavo e Du Queiroz (Corinthians); Cristian Medina, Frank Fabra e Darío Benedetto (Boca Juniors). 
Cartões vermelhos: 

GOLS: 1-0 Mayrcon (3'/2T); 2-0 Maycon (32'/2T)

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, João Victor, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz (Cantillo, 28'/2T), Maycon e Renato Augusto (Paulinho, 16'/2T); Adson (Gustavo Mantuan, intervalo), Jô (Róger Guedes, intervalo) e Willian (Gustavo Mosquito, 47'/2T). Técnico: Filipe Almeida

BOCA JUNIORS-ARG

Javier Garcia; Luis Advíncula,Gabriel Aranda, Carlos Zambrano e Frank Fabra; Pol Fernandéz; Cristian Medina (Zabellos, 11'/2T) e Oscar Romero; Eduardo Salvio, Luis Vázquez (Benedetto, 11'/2T) e Juan Ramires (Varela, 18'/2T). Técnico: Sebastián Battaglia