Fiel, torcida, corinthians

O estudo apresenta outros dados sobre o perfil do torcedor em diversas mídias (Foto: Bruno Teixeira/Ag. Corinthians)

LANCE!
02/08/2020
10:00
São Paulo (SP)

O perfil do torcedor corintiano, tanto presencialmente quanto nas redes sociais, foi medido na última semana por meio da pesquisa Ibope/Recupom. Entre as características mais marcantes está a presença feminina: 53% dos torcedores é mulher, enquanto o restante (47%) é de homens.

O estudo demográfico, que mede o chamado ‘DNA Torcedor’ desde 2017, mostrou, por meio dessa porcentagem, que o número de fãs do sexo feminino representou uma alta de 19% em comparação com os outros clubes e é também a maior participação de mulheres entre os 20 times da Série A, com um total de 13,7 milhões.

Além disso, o Corinthians também se destaca em outros quesitos do estudo, como número de jovens torcedores entre 16 a 24 anos (6,5 milhões, 30% superior à média nacional), maior número de torcedores com ensino superior em números absolutos (5,2 milhões) e maior número de torcedores com renda superior a cinco salários mínimos, também em valor absoluto (2,8 milhões).

Em relação às redes sociais, o alvinegro atingiu 23,8 milhões de seguidores nas cinco plataformas (números absolutos), sendo 11,2 milhões no Facebook; 6,1 milhões no Twitter; 4,9 milhões no Instagram; 1,2 milhão no YouTube; e 445 mil no Tik Tok. Essas redes acumularam 14,2 milhões de posts únicos em 2019.

Para finalizar, o ‘DNA Torcedor’ também mediu os números da audiência do clube em 2019. O critério de medição foi assistir ao menos 15 minutos ininterruptos de uma transmissão de uma partida do clube no ano passado. Foram 31 milhões de pessoas acompanhando o Corinthians pela TV Aberta, enquanto foi possível ocupar um espaço avaliado em em R$ 2,6 bilhões, arrecadado em 818 transmissões nas TVs aberta, fechada e Pay-Per-View.