Corinthians Libertadores feminina

Diretora do futebol feminino, Cristiane Gambaré comemorou a conquista  (Foto:Bruno Teixeira/Agência Corinthians)

LANCE!
30/10/2019
10:56
São Paulo (SP)

Na última segunda (28), o Corinthians conquistou a Libertadores da América Feminina pela segunda vez sob o comando do técnico Arthur Elias, em jogo pegado na cidade de Quito, no Equador. Foi a primeira final brasileira da história da competição e primeiro título sul-americano desde a própria gestão alvinegra, após o final da parceria com o Grêmio Audax em 2018.

Ao longo da campanha histórica, foram cinco vitórias e um empate, somando 43 partidas consecutivas sem derrotas - 40 vitórias e três empates - em temporada espetacular, superando a marca alcançada em 2018 com 42 jogos de invencibilidade.


Desde que a equipe feminina do Corinthians passou a ter gestão própria em 2018, o Timão foi premiado pela CONAFUT como melhor gestão de futebol feminino no mesmo ano, além de incluir na bagagem o troféu do Brasileirão de 2018. Neste ano, ao conquistar a Libertadores Feminina, a FIFA reconheceu o time alvinegro como ‘’máquina absoluta’’ em post de homenagem ao clube na conta da Copa do Mundo Feminina no Twitter.

Para a diretora do futebol feminino do Corinthians, Cristiane Gambaré, o sentimento é de dever cumprido.

- Essa conquista é motivo de orgulho para todos nós da diretoria e comissão técnica do Corinthians. A marca é fruto de muito trabalho e dedicação, e é uma honra ser reconhecido mundialmente pela categoria - afirmou.

Além das marcas atingidas dentro de campo, o Corinthians brilhou fora das quatro linhas ao conquistar patrocínios para o uniforme de jogo como a Positivo, Estrella Galicia 0,0 e Minds - parceiros da equipe masculina - além de lançar campanhas como #CaleOPreconceito - que soma 46 milhões de visualizações no mundo, e contratações importantes desde então.

- Foram passos importantes para nos tornamos referência no futebol feminino, e hoje a América é alvinegra. Agora, voltamos ao Brasil com foco na decisão do Campeonato Paulista - comenta a diretora.

O Corinthians retornou ao Brasil para enfrentar o São Paulo em jogo de ida pela decisão do Campeonato Paulista Feminino, que acontece neste sábado (02) no Morumbi.