Gustagol e Carille

Carille bancou Gustagol como centroavante do Timão (Foto: Divulgação)

LANCE!
06/02/2019
14:59
São Paulo (SP)

Gustagol está com moral no Corinthians. Nesta quarta-feira, ele foi bancado como centroavante titular pelo técnico Fábio Carille, que explicou o motivo de Mauro Boselli ser o reserva da posição.

- Vamos deixar as coisas bem claras, não é um centroavante, Jadson e Love. Hoje é o Gustavo o centroavante. Ele vem jogando bem, cumprindo função e, enquanto não me mostrar o contrário, o Gustavo é titular do time. O Boselli vem de um futebol com intensidade mais baixa, o Mexicano, precisa entender isso e vai entender. Por enquanto, o centroavante é o Gustavo - analisou Carille.


O treinador definiu a equipe titular para o jogo contra o Ferroviário (CE), nesta quinta-feira, pela primeira fase da Copa do Brasil. O Corinthians terá: Cássio, Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro e Sornoza; Jadson, Vagner Love e Gustagol.

- É um 4-3-3, porque Sornoza e Ramiro jogaram praticamente na linha do Ralf, baixo. 4-1-4-1 seria com os jogadores de dentro atuando mais avançados, como foi com Elias e Renato Augusto em 2015 - disse Carille.

- Eu preciso ser mais agressivo, equilibrar. Ele (Sornoza) jogou no meio de campo, em posição diferente do Mateus Vital. Ramiro fez esse trabalho benfeito no Grêmio, é algo que o Corinthians fez por anos com Jorge Henrique e Romero. A ideia é equilibrar com um lado mais tático e o outro mais solto. Não é porque esse time que vai jogar amanhã que vai ficar, é o começo. A gente tem que olhar o elenco e o time durante a competição, com jogadores chegando, tendo entendimento, entendendo o que é o Corinthians, caso de Richard e Sornoza. Envolver o adversário e ter conjunto requer tempo. Por isso ontem (terça-feira) fiz trabalho de organização e hoje (quarta) quero fazer para a gente crescer a cada dia - acrescentou.

Carille novamente não descartou mudanças na equipe para os próximos jogos. Ele ainda não tem um time definido, mas quer "dar rodagem" à escalação que considera ideal atualmente.

- Daqui a pouco posso trazer o Ramiro para dentro, fazer um meio de campo mais forte e voltar para o 4-1-4-1 com outras características. Estou procurando forma de jogar, não posso demorar, mas tenho que dar rodagem para esse time - afirmou.

Corinthians e Ferroviário (CE) se enfrentam nesta quinta-feira, às 21h, no Estádio do Café, em Londrina, pela primeira fase da Copa do Brasil.