Alexandre Guariglia
10/09/2020
08:00
São Paulo (SP)

É notório que o Corinthians encontra dificuldades nesta temporada para deslanchar, não só em termos de resultados, mas também no desempenho. Diante disso, o time de Tiago Nunes chega para encarar mais um Dérbi em 2020, o quarto em menos de dois meses. O objetivo é manter a invencibilidade diante do rival, mas que ela venha com uma vitória para iniciar sequência.

O único momento em que o Timão conquistou uma série de triunfos nesta temporada foi justamente nos jogos após a paralisação por conta da pandemia de coronavírus, o que parece ter sido uma exceção até aqui. Naquela ocasião, a sequência teve início com uma vitória sobre o Palmeiras, depois engatou outras três: contra Oeste, Red Bull Bragantino e Mirassol, todas elas pelo Paulistão.

Em nenhum outro recorte deste ano a equipe corintiana conseguiu vencer um jogo e repetir o feito no seguinte. No Brasileirão, os dois triunfos do Alvinegro (Coritiba e Goiás) foram seguidos por empates (Fortaleza e Botafogo), o que evidencia a oscilação do time ao longo de 2020. No entanto, não são apenas aqueles que estão vendo de fora que observam, mas também os atletas.

Em entrevista coletiva virtual na última quarta-feira, Cantillo analisou o momento do Corinthians na temporada e a dificuldade da equipe em encontrar um equilíbrio para alcançar a tão sonhada sequência de vitórias, a fim de conseguir deslanchar na temporada e chegar no topo da tabela do Brasileirão.

- Não conseguimos encontrar essa sequência de vitórias, penso que ainda não encontramos o equilíbrio ideal para alcançar isso. Acredito que quando conseguirmos equilibrar defesa e ataque, vamos conseguir maior número de vitórias, porque até agora tem sido muito difícil pelo que tem acontecido, precisamos encontrar um equilíbrio que nos permita ganhar partidas seguidas.

Embora reconheça que o time necessite de alguns ajustes, o colombiano também vê virtudes no trabalho que tem sido feito nesta temporada. O problema é que as oscilações têm falado mais alto e o Corinthians não tem sido capaz de suportar determinadas situações, como afirmou o meio-campista.

- Penso que temos muitas coisas para corrigir, mas também fizemos coisas boas, temos que encontrar um equilíbrio que nos permita ter a capacidade na partida de suportar coisas que não temos sido capazes, mas há coisas boas também e coisas que temos que corrigir - avaliou o camisa 24.

Das três vezes em que o Corinthians enfrentou o Palmeiras em 2020, foram dois empates e uma vitória. Cantillo, que chegou neste ano ao clube, já sabe o que é um Dérbi e o que o time precisa fazer nesta quinta-feira, às 19h15, na Neo Química Arena, pela nona rodada do Brasileirão-2020.

- É um rival que já conhecemos, que já enfrentamos várias vezes e sabemos o potencial que tem. Será uma partida difícil, complicada, mas também temos nosso argumento para vencer. Sei o que significa o clássico, com essas partidas que jogamos entendi a rivalidade que há ente Corinthians e Palmeiras. É muito grande. As pessoas dão a vida por essa partida. Temos que ganhar.

Corinthians x Botafogo
Timão vai em busca de reação (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)