Bruno Méndez - Coletiva Corinthians

Bruno Méndez falou com a imprensa na manhã desta quarta-feira (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

LANCE!
21/04/2021
12:41
São Paulo (SP)

O Corinthians entra em campo nesta quinta-feira, às 21h30, para enfrentar o River Plate-PAR, pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. Apesar de o adversário não estar em um bom momento, a atenção é total para não ser surpreendido em Assunção. Quem diz isso é o zagueiro Bruno Méndez, que sabe como é atuar por um clube de menor expressão.

TABELA
> Veja classificação e simulador da Copa Sul-Americana-2021 clicando aqui

GALERIA
> Cazares já foi! Veja quem deixou o Corinthians para a temporada 2021

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o zagueiro, que deve ser titular do Timão, projetou o duelo diante da equipe paraguaia. Conhecedor do estilo de jogo do país vizinho, o uruguaio acredita em um jogo duro para o Alvinegro, mesmo com adversário sendo o lanterna do campeonato nacional.

- Eu acho, como time paraguaio, é bastante duro, bastante forte, vai ser um jogo muito difícil para nós. O treinador passou o vídeo do outro time pra gente, como o time paraguaio vai fechar bem as linhas para sair no contra-ataque, não vai ser um jogo fácil no Paraguai, na casa dos caras - ponderou o defensor.

Além de ter esse conhecimento sobre o futebol sul-americano, Bruno sabe o que é defender um clube de menor expressão, já que é proveniente do Montevideo Wanderers, do Uruguai. Para o zagueiro, quando há esses confrontos contra equipes gigantes, os jogadores encaram como jogo da vida.

- Não sei o histórico de Corinthians e River, acho que é o primeiro jogo da história, é o jogo da vida do clube, primeira vez que os jogadores vão jogar contra um time grande da América, do mundo. Time pequeno tem certa dificuldade em estrutura e dinheiro, o marketing pra jogar contra o Corinthians é grande. Vai ser o jogo da vida dos caras - analisou.

Bruno também foi perguntado se um duelo como esse, diante de um time com escola parecida com a uruguaia, o deixa mais confortável em campo. Embora a resposta tenha sido positiva, ele sabe que no Corinthians a situação é outra.

- Acho que o futebol paraguaio muito parecido com o uruguaio, é muito físico, me sinto mais confortável, gosto desse tipo de jogo, mais travado, mais físico. Mas agora que estou no Corinthians, tenho que fazer o outro tipo de jogo, jogar melhor, buscar a vitória e preciso fazer o melhor pra voltar com os três pontos.

Com a presença do zagueiro na coletiva desta quarta-feira, é praticamente certa a presença dele no time titular ao lado de Gil. Bruno acabou ganhando a posição de Jemerson e deve começar jogando nesta quinta-feira, às 21h30, contra o River Plate-PAR, em Assunção, pelo Grupo E da Copa Sul-Americana.