Boselli - Treino Corinthians

Boselli marcou seis gols pelo Timão, em 2020 (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

LANCE!
01/04/2021
16:58
São Paulo (SP)

O atacante argentino Mauro Boselli chegou ao Corinthians como esperança de gols no início de 2019. Ainda que com 34 anos, o jogador sempre teve histórico artilheiro por onde passou e vinha de cinco temporadas e meia pelo León, do México, onde foi às redes 130 vezes em 221 partidas. 

No entanto, hoje, quatro meses após deixar o Timão, uma semana antes o encerramento do seu vínculo com o clube, que não foi renovado, Mauro considera a sua escolha pelo clube do Parque São Jorge um erro, muito por conta da estrutura de jogo que não o favorecia.

- Foquei muito no que era o Corinthians como instituição. A qualquer jogador brasileiro que perguntar em qual equipe quer jogar, vai responder Corinthians ou Flamengo. Eu senti isso na hora de tomar a decisão e, talvez, me equivoquei um pouco. Nesse momento, não olhei que forma de jogar tinha a equipe. Ou que estilo combinava melhor com meu futebol. Errei na hora de escolher o clube - disse o atleta em entrevista ao site 90min.

Ainda assim, o argentino, que atualmente defende o Cerro Porteño (PAR), exalta o Corinthians, como condição de trabalho, e o calor da torcida da equipe. 

- Se você me perguntar hoje, eu tomaria a mesma decisão, porque o Corinthians é magnífico. Não somente em relação à estrutura, que é espetacular, mas também à torcida e tudo que move o Corinthians. Meu erro foi na escolha. Eu não me encaixava no estilo de jogo do time. Isso dificultou as coisas para mim – disse o centroavante ao site 90 min - pontuou o centroavante. 

>> Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

Dívida

Envolto a um mar de pendências financeiras que se aproximam de R$ 1 bilhão, um dos credores é Boselli, que, por sua vez, deixou claro que as partes estão buscando formas de saldar os débitos. 

- O Corinthians ainda me deve um montão de dinheiro. Estamos vendo uma forma de poder saldar essa dívida - afirmou o jogador. 

Pelo Corinthians, Boselli fez 67 jogos e anotou 16 gols. Com um início ruim, sob o comando do técnico Fábio Carille, o argentino ganhou sobrevida no início de 2020, quando Tiago Nunes dirigia o Timão. Contudo, quando viva o seu melhor momento com  a camisa alvinegra uma fratura no rosto  e uma lesão no tornozelo tiraram Mauro dos gramados por cerca de três meses, o que culminou em uma perda de espaço e consequente saída do jogador no clube do Parque São Jorge. 

- Fiquei quase dois meses parado por causa de uma fratura no rosto. Isso me fez perder muito espaço. A equipe oscilou nesse momento. Quando volto e estou bem para jogar de novo, sofro uma lesão no tornozelo, que me deixa mais um mês e meio fora. Essas duas lesões impediram que eu seguisse o ano como tinha começado - comentou o atacante. 

Em sete jogos pelo seu novo clube, o Cerro, Boselli já tem quatro gols em sete jogos.