Tévez Corinthians

Sozinho, Tévez participou diretamente de 32% dos gols corintianos em 2005 (Foto: Divulgação/Ag.Corinthians)

Fábio Lázaro
06/01/2022
17:09
São Paulo (SP)

Uma temporada perfeita, é assim que pode ser considerado o ano de 2005 do atacante argentino Carlos Tévez, pelo Corinthians. E nesta quinta-feira (6), completa 16 anos em que o jornal uruguaio El País elegeu Carlitos como 'Rei da América', à época atuando pelo Timão, onde foi, naquela temporada, campeão e melhor jogador do Campeonato Brasileiro.

A premiação é tradicional e acontece desde 1971 (entre 1971 e 1985 promovida pelo jornal venezuelano El Mundo, e posteriormente pelo El País), e Tévez foi o segundo jogador a ser eleito atuando pelo Corinthians - o primeiro havia sido Sócrates, em 1983. Completa de representantes corintianos na premiação a lista a lateral Tamires, que foi eleita Rainha da América, em eleição inédita feita em 2021

Em 2005, Carlitos venceu dois atletas do São Paulo na eleição para Rei da América, o zagueiro uruguaio Diego Lugano, e o lateral-direito Cicinho. Na temporada vencedora, Tévez marcou 31 gols e deu 13 assistências em 53 jogos.

Antes de ser eleito atuando pelo clube do Parque São Jorge, Carlitos Tévez já havia conquistado o prêmio em nos dois anos anteriores, 2003 e 2004, jogando pelo Boca Júniors. Em 2015, no seu retorno ao clube argentino, o atacante voltou a disputar, mas ficou na segunda colocação, perdendo para o uruguaio Carlos Sánchez, que hoje joga pelo Santos, mas à época defendia o River Plate, da Argentina. 

Outros jogadores disputaram mas não ganharam o prêmio representando o Corinthians, são: o meia Rivellino (terceiro colocado em 1973), o zagueiro Carlos Gamarra (segundo colocado em 1998) e o atacante Paolo Guerrero (segundo colocado em 2012).