Equipe feminina do Corinthians

Corinthians apresentou equipe feminina (Foto: Guilherme Amaro)

Guilherme Amaro
17/01/2019
16:14
São Paulo (SP)

O Corinthians apresentou nesta quinta-feira a equipe de futebol feminino para 2019. Atual campeão brasileiro, o Timão manteve 18 jogadoras e contratou seis. O clube ainda trará mais um reforço para fechar o grupo em 25 atletas.

- A gente sabe da responsabilidade de estar no Corinthians, todas as jogadoras estão prontas para corresponder. Para mim só motiva, esporte é cheio de desafios. Estamos sempre buscando desafios maiores, ser melhores do que no ano anterior. Torcedor cobra, clube tem essa DNA vencedor e estamos no caminho correto, os resultados provam isso. Temos uma grande confiança em nós aqui dentro. Os adversários nos olham como o time a ser batido, há muita motivação contra a gente, mas o trabalho vai dizer. Pensamos em metas grandes - disse o técnico Arthur Elias, que lembrou da obrigatoriedade de os clubes criarem equipe feminina para poder participar da Libertadores.

- Bem contente em acompanhar como os clubes que estão iniciando o futebol feminino. É um projeto sério, com profissionais que estavam dentro da modalidade. Essa rivalidade é saudável, é positiva. A obrigatoriedade vem como um aspecto importante, mas não pode pensar nisso. É passo a passo, com seriedade na gestão e nos profissionais envolvidos. O caminho está correto, esse vai ser um ano que promete. Vamos enfrentar as novas equipes de clubes traicionais, isso atrai torcedor e interesse da mídia. É onde o futebol feminino tem que estar - acrescentou o treinador.

O Corinthians também apresentou uma novidade: a equipe feminina sub-17, que foi criada para esta temporada. O clube realizará peneira para meninas nascidas 2001 e 2006 dos dias 29 a 31 de janeiro.

- Sabemos que uma peneira aberta vai ter meninas de todos os lugares. Tem menina que nunca jogou, só brinca com familiares. Tem aquelas que acham que são as "Martas". Vou olhar com carinho, vamos formar uma equipe com potencial, o sarrafo vai estar lá em cima. Já estive ali, sei como é o sonho de ser atleta, vou olhar com carinho. Pode não servir para o Corinthians, mas de repente pode servir para outra equipe que está sendo montada - afirmou a técnica da equipe sub-17, Daniela Alves.