Corinthians - Paulista - 2003

Valeu tudo pra Gil na conquista do título paulista em 2003 (Foto: Nelson Almeida/Lancepress!)

LANCE!
16/03/2021
15:54
São Paulo (SP)

O primeiro jogo da final do Campeonato Paulista de 2003 completa maioridade nesta terça-feira (16). Há 18 anos, o Corinthians garantia a primeira das duas vitórias nos jogos  finais do Estadual e encaminhava o seu 25º título da competição. 

>> Veja a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

No estádio do Morumbi, mas com mando corintiano, o Timão, do técnico Geninho, foi escalado para aquela partida com: Doni; Rogério, Fábio Luciano, Ânderson e Kleber; Fabinho, Vampeta e Jorge Wagner; Leandro (Renato Abreu), Gil e Liédson. 

Do outro lado, o Tricolor, que era dirigido por Oswaldo de Oliveira, campeão do mundo com o Corinthians três anos antes, tinha nomes como Rogério Ceni, Julio Batipsta, Ricardinho, Kaká, Luís Fabiano, entre outros, além de chegar a decisão com a melhor campanha do Paulistão até o momento. 

Moral pra decisão 

Porém, se por um lado o São Paulo tinha o trunfo do melhor aproveitamento, o Timão chegou a decisão após eliminar o seu arquirrival, Palmeiras, na semifinal, enquanto o time do Morumbi havia deixado pra trás a surpreendente Portuguesa Santista, de Souza e Rico, que no mesmo defenderiam a camisa são paulina. 

Tanto corintianos, quanto são paulinos haviam terminado na segunda colocação dos seus grupos na primeira fase, o Tricolor ficando atrás da Briosa, já o Corinthians do São Caetano. 

Nas quartas de final, o time do Parque São Jorge deixou pra trás o União Barbarense, já a equipe do Morumbi eliminou o Santo André. 

Primeiro jogo da final 

Sob o olhar de mais de 46 mil torcedores, o Timão saiu na frente aos 29 minutos do primeiro tempo, com o lateral Rogério convertendo pênalti. No entanto, quatro minutos depois o São Paulo empatou com Luís Fabiano. 

Chegou a etapa final, o equilíbrio se manteve. Aos 23 minutos, o zagueiro Fábio Luciano aproveitou levantamento de Jorge Wagner para recolocar os corintianos na frente, mas menos de 10 minutos depois os são paulinos retomaram a igualdade no marcador, com Reinaldo. 

Contudo, o gol da vitória ficou por conta de Gil, que entrou para as graças da Fiel Torcida dando números finais aos primeiros 90 minutos da decisão. 

Confirmação do título 

O Corinthians sacramentaria a conquista do Paulistão seis dias depois, em 22 de março de 2003, novamente no estádio do Morumbi, dessa vez mais cheio, com 71.732 pessoas. 

Com mando do São Paulo, o show foi do corintiano Jorge Wagner, que foi às redes duas vezes. O Timão abriu 2 a 0 ainda no primeiro tempo, com Liédson e Jorge. Na etapa final, o Tricolor empatou, com tentos anotados pelo centroavante Luís Fabiano e o lateral-esquerdo Fabiano. No entanto, aos 43 minutos do segundo tempo, Jorge Wagner confirmou o título do Timão.