LANCE!
15/09/2020
15:06
São Paulo (SP)

Na tarde desta quinta-feira, o presidente do Corinthians Andrés Sanchez concedeu entrevista coletiva virtual diretamente do CT Joaquim Grava e respondeu questionamentos sobre o comando técnico do time. Antes uma possibilidade, a permanência de Dyego Coelho foi descartada e o dirigente admitiu que o clube está no mercado para buscar um novo nome para o cargo.

O técnico do sub-20 foi chamado para trabalhar interinamente na equipe principal, mas havia a possibilidade, diante do desempenho e do resultado, da continuidade e até da efetivação de Coelho, no entanto, isso foi rechaçado por Andrés, que aproveitou para dizer que até 31 de dezembro, quando acaba seu mandato, tem poder para contratar o técnico que quiser para o Timão.

- O Coelho é treinador do sub-20, ele está aqui em uma emergência que o clube o convocou. Não teve tempo de treinamento. A gente está no mercado, vamos ver o que acontece nos próximos dias. Sou presidente até o dia 31 de dezembro, até lá posso contratar o treinador que eu quiser - afirmou Andrés.

- Não vou reunir, não (com candidatos a presidente). Até o dia 31 de dezembro eu decido quem vai ser o treinador. Óbvio que seria melhor fazer até o fim do Brasileiro, mas se precisar vai até o fim do ano que vem. Eu sou o presidente, enquanto eu for presidente, eu decido as coisas do clube - completou.

Diante disso, ficou claro que o Corinthians busca um novo nome no mercado e o presidente alvinegro confirmou que já trabalha para definir um perfil, desde que venha com "sorte". Ele também não descarta a possibilidade de trazer um comandante estrangeiro, o que anteriormente não era de seu agrado.

- Estamos trabalhando em cima disso. Quanto mais experiência melhor. E ter sorte, que o treinador venha com sorte, se não tiver sorte, infelizmente, nada vai para frente. Têm poucos nomes no mercado, mas estamos trabalhando em cima disso aí. As pessoas mudam, eu mudei, achei que era assim ou assado. Eu prefiro treinador brasileiro, mas não posso dizer que nunca será um estrangeiro. O tempo vai dizer - avaliou o mandatário corintiano.

Ao ser perguntado se já havia falado com algum candidato a treinador, Andrés desconversou e não deu prazo para anunciar essa contratação. Além disso, ele deu uma lista de possíveis nomes e elogiou o trabalho de Rogério Ceni.

- Se eu falar que foi amanhã, e não for amanhã, vocês criticam. O quanto antes possível. Tem o Abelão, o Dorival... Se formos numerar aqui, a cada duas horas vai aparecer um nome. Rogério é um grande profissional, está se mostrando um grande treinador. Temos opções, vamos ver o que acontece - concluiu.

Para a partida desta quarta-feira, diante do Bahia, na Neo Química Arena, às 21h30, pela 11ª rodada do Brasileirão-2020, o Corinthians continuará sendo comandado por Dyego Coelho interinamente, o que deve acontecer até a definição de um novo para assumir o cargo efetivamente nos próximos dias.

Coletiva Andrés Sanchez
Andrés busca técnico no mercado (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)