LANCE!
05/01/2021
15:41
São Paulo (SP)

Um dos jogadores mais vitoriosos da história do Corinthians com 12 títulos, Alessandro foi apresentado nesta terça-feira como gerente de futebol do clube, cargo que ocupou até o início de 2019. De volta sob a administração de Duílio Monteiro Alves, o ex-jogador está empolgado com o novo ciclo que se inicia e quer aumentar sua participação nos troféus conquistados pelo Alvinegro.


TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Brasileirão-2020: Veja o prejuízo de cada clube com os portões fechados

Em sua primeira entrevista coletiva virtual após o retorno, o dirigente disse ter tido a melhor das impressões com o que encontrou no vestiário e elogiou o trabalho que tem sido feito por Vagner Mancini desde outubro de 2020.

- Chegamos ontem (segunda-feira), tivemos um primeiro contato com grupo, comissão e estafe. Tive a melhor das impressões com o ambiente. Todos trabalhando e muito, todos literalmente. A gente preza muito por ambiente bom, agradável, leve, para que todos possam corresponder. Montamos um plano diário de trabalho para receber resposta positiva. É isso que temos entendido que está acontecendo e é isso que vamos buscar - afirmou.

- Qualquer avaliação mais à frente é precoce. São dois anos fora do departamento. Avaliar à distância um trabalho seria injustiça. Acredito muito na competência dos profissionais que aqui estiveram. Estamos vendo mudança expressiva com Mancini e é isso que vamos buscar. Primeira impressão foi a melhor possível. Vamos avaliar juntos - complementou o gerente.

Com dois brasileiros (2015 e 2017) e dois paulistas (2017 e 2018) como dirigente, além dos títulos como jogador, entre eles a Libertadores e o Mundial de 2012, Alessandro quer conquistar mais pelo clube e acredita que com o grupo atual e alguns ajustes será possível realizar esse desejo no futuro.

- Almejo, não só eu, mas todos, o que a gente deseja e trabalhará incansavelmente é em busca de títulos, vitórias, aquilo que nosso torcedor mais gosta. Buscar os resultados que Corinthians sempre alcançou. Se hoje o momento é instável, vamos evoluir e em conjunto buscar títulos. Ser campeão no Corinthians é algo muito especial. Ganhar uma Série B é tão especial quanto o Mundial. Jogadores, estafe hoje aqui que sabem o que é isso. Vamos em busca disso. Nossa equipe é boa. Acreditamos que podemos chegar a títulos novamente - comentou o ex-jogador corintiano.

Por ter sido um personagem vitorioso e marcante do Corinthians na última década, Alessandro teve contato com diversos jogadores e companheiros e neste retorno ao clube ele reencontrou alguns parceiros da época do Mundial e da Libertadores, como Cássio e Fábio Santos. O dirigente contou como foi o reencontro com o lateral-esquerdo, que também voltou recentemente.

-  O reencontro foi tomado de muita alegria, tenho muito apreço, admiração e carinho pelo Fábio Santos, como por todos do grupo de 2012. Alegria maior ainda em vê-lo em campo, atuando fora também, com experiência, segurança, tranquilidade e energia no dia a dia. Foi fundamental para acrescentar ao grupo. Esperamos que se perpetue por muitos anos, é o perfil de atleta difícil de achar: corresponde dentro e fora de campo. Desejo que o Fábio consiga nos ajudar com grandes jogos e grandes momentos.

Como o próprio Alessandro disse, seu papel é o de ser a ligação entre o elenco e a diretoria e estar à disposição dos jogadores para qualquer coisa que precisarem. Ao lado de Roberto de Andrade, já começaram a trabalhar com as primeiras demandas, como saídas e retornos de atletas, além de tratar de contratos que vencem no meio do ano e possíveis reforços para 2021.

Alessandro - Corinthians
Alessandro durante coletiva (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)