Luiz Otávio - Ceará

Felipe Santos/Ceará

Futebol Latino
06/10/2020
15:30
Fortaleza (CE)

Sem medo de se expôr as críticas, o próprio zagueiro Luiz Otávio disse em entrevista coletiva que vive o período de maior decréscimo técnico desde que chegou ao Ceará em 2017.

Para ele, a maior justificativa dos erros individuais cometidos tem sido a crescente cobrança que ele faz a si mesmo para evoluir. Algo que, com a tentativa de ser cada vez mais preciso, naturalmente conduz aos erros.

- Tive alguns altos e baixos, cometi alguns erros sim. Acho que desde que cheguei no Ceará, esse ano foi o que fui mais irregular, mas tenho certeza que não é por falta de comprometimento, de vontade ou trabalho. Os erros, muitas vezes, acontecem com você tentando fazer o melhor, tentando acertar, isso é normal e vou ser cobrado por isso até porque em clube grande é assim, como é a instituição Ceará. O sarrafo sempre tem que estar lá em cima eu me cobro bastante - pontuou o defensor de 32 anos de idade.

Apesar disso, o jogador que é uma das figuras mais identificadas com o clube no atual plantel entende como sendo necessário usar esses erros (e a consequente cobrança em cima deles) como motivadores e não como barreiras:

- Isso deve servir de combustível para você evoluir, melhorar, até a questão das críticas, da cobrança, porque se as pessoas te cobram elas sabem que você pode dar mais do que está dando, então é buscar concentrar mais, aperfeiçoar o que precisa ser aperfeiçoado para não voltar a cometer erros e a ser regular.