João Vítor Castanheira
10/11/2019
21:01
Rio de Janeiro (RJ)

O clima é de contagem regressiva! Mesmo saindo atrás no placar pela primeira vez na "Era Jesus", no Maracanã, o Flamengo virou com gols de Reinier, Bruno Henrique e Gabigol, venceu o Bahia por 3 a 1, e ouviu gritos de "É campeão!" pela primeira vez na temporada. Com o resultado, o Rubro-negro abre 10 pontos do vice-líder Palmeiras a seis rodadas do fim do Campeonato Brasileiro. O título está mais perto do que nunca.

No próximo jogo, clássico! O Rubro-negro enfrenta o Vasco, na quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. O Bahia, volta a campo somente no domingo, para encarar o Palmeiras, na Fonte Nova. 

> Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro

SUBINDO AOS POUCOS
O Bahia começou com a marcação alta, oferecendo dificuldades ao rubro-negro. Mas aos poucos, embalado pela torcida e pautado pela imposição de Filipe Luís. o Flamengo assumiu o controle do jogo. Em lances parecidos, Gabigol e Everton Ribeiro chutaram forte da ponta direita, mas pararam no atento goleiro Douglas. 

TRAÍDO PELO AZAR
Mesmo imprimindo velocidade nas transições, os times erravam sempre no último passe e criavam pouco. Então, veio o erro que não estava no script. Aos 38, Marí tentou cortar, a bola explodiu em Filipe Luís e se ofereceu a Nino. O lateral cruzou, Élber cabeceou e Diego Alves voou para defender. No rebote, o mesmo Élber chutou cruzado para área, a bola bateu em Arão e entrou. Assim, o Fla saia atrás no placar pela primeira vez em casa na "Era Jesus".  

COM DEDO DE DEUS!
Ainda no primeiro tempo, o Fla teve chances para empatar com Gabriel e Gerson. A partir da etapa final, a pressão se intensificou, mas na mesma proporção, o Bahia levara perigo no contragolpe. Até que, aos nove minutos, a estratégia valeu a pena. E com dedo de João de Deus. Reinier, que entrou no intervalo, invadiu a área e, de cabeça, completou para as redes o cruzamento de Gabigol - para explodir os 65 mil torcedores no Maracanã. 

"NÃO DA MAIS PARA SEGURAR...
...Explode coração!" A letra da cantora Maria Bethânia traduz o que acontecia no Maracanã. O Rubro-negro impunha um ritmo alucinante e a virada parecia ser questão de tempo. E foi! Aos 26 minutos, Filipe Luís lançou de trivela para Gabigol. Invadindo a área, o camisa 9 tocou de primeira para Bruno Henrique, que pegando mascado, venceu Douglas. No fim, aos 42, Gabriel pegou rebote da falta de Arão, que acertou o travessão, fez o 3 a 1, liquidou a fatura, e ouviu a torcida gritar "É Campeão" pela primeira vez no campeonato. O título está perto!

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3 X 1 BAHIA

Data/Hora: 10/11/2019, às 18h
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN) Nota L!: 6,5 - Arbitragem segura, sem grandes dores de cabeça. 
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Jean Marcio dos Santos (RN)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares do VAR: Marco Aurelio Augusto Fazekas Ferreira (MG) e Flavio Gomes Barroca (RN)
Gramado: Bom
Público e renda: 60.961 pagantes, 65.930 presentes e R$ 4.119.304,00
Cartões amarelos: Bruno Henrique, Piris da Motta (FLA)
Cartões vermelhos: não houve. 

GOLS: Willian Arão, contra 38'/1ºT (0-1), Reinier 9'/2ºT (1-1), Bruno Henrique 26'/2ºT, Gabigol 42'/2ºT (3-1)

FLAMENGO
Diego Alves, Rodinei, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson Piris da Motta, 17'/2ºT), Everton Ribeiro e Vitinho (Reinier, intervalo); Bruno Henrique (Diego, 44'/2ºT) e Gabigol. Técnico: João de Deus

BAHIA 
Douglas, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Flávio, Gregore, Flávio e João Pedro (Guerra, 30'/2ºT); Artur, Élber (Rogério, 25'/2ºT) e Gilberto (Arthur Caíke, 21'/2ºT). Técnico: Roger Machado