André Mazzuco - Botafogo

André Mazzuco é o diretor de futebol do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Sergio Santana
07/04/2022
05:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo já contratou seis jogadores desde a aquisição da SAF por John Textor, mas ainda busca aumentar ainda mais o nível do elenco. Com a janela de transferências fechando em cinco dias, o Alvinegro corre contra o tempo para preencher lacunas que são consideradas como necessárias internamente.

+ Forte no ataque e bom jogo contra a França: quem é Niko Hämäläinen, o finlandês que está vindo ao Botafogo

O período de transferências acaba no dia 12, a próxima terça-feira. A diretoria entende que o elenco ainda precisa de um zagueiro canhoto, um lateral-esquerdo, um meio-campista e um ponta. Internamente, entende-se que é muito difícil que cheguem jogadores para todas essas posições nesta janela.

+ Confira a tabela do Brasileirão

A expectativa, contudo, é que pelo menos 50% das necessidades sejam cobertas já para a disputa do Campeonato Brasileiro. O clube tem negociações em andamento: Victor Cuesta, do Internacional, Lucas Fernandes, do Portimonense-POR e Niko Hämäläinen, do Queens Park Rangers-ING.

Das três, o negócio envolvendo o finlandês é o mais próximo do acerto - o lateral é esperado no Rio de Janeiro ainda essa semana. Os outros dois ainda demandam muitos detalhes envolvendo as outras equipes envolvidas e não podem ser considerados, no momento, em estágio avançado.

A diretoria até avalia outras opções para essas áreas, mas o tempo é inimigo. O outro período de transferências fica disponível apenas em julho e o Alvinegro quer ter certeza que pode ser competitivo no começo do Brasileirão até, possivelmente, a chegada de jogadores que estão atuando com certa frequência no futebol europeu.

O Botafogo estreia no Campeonato Brasileiro no próximo domingo contra o Corinthians às 16h, no Estádio Nilton Santos.