Sport x Botafogo - Comemoração

Honda celebra gol marcado após vacilo de Luan Polli (Foto: Divulgação/Botafogo)

Vinícius Faustini
11/10/2020
20:27
Recife (PE)

O Botafogo lidou com fortes emoções na noite deste domingo para obter sua primeira vitória como visitante no Campeonato Brasileiro. Na vitória por 2 a 1 sobre o Sport, com gols de Honda e Caio Alexandre (Thiago Neves fez o gol leonino), a equipe de Bruno  Lazaroni teve um primeiro tempo promissor e superou a tensão de atuar com um a menos em boa parte do segundo tempo. A partida, válida pela décima-quinta rodada, foi marcada também por polêmica com o VAR na reta final.

Com o resultado, o Alvinegro chega a 18 pontos e sai da zona de rebaixamento. Já o time comandado por Jair Ventura para nos 20 pontos. As duas equipes voltam a campo nesta quarta-feira. O Glorioso enfrenta o Grêmio na Arena, às 19h15. O Sport, por sua vez, recebe o Internacional na Ilha do Retiro, às 21h30.

ALVINEGRO AGUERRIDO

O Botafogo não demorou a tomar as rédeas da partida. Com marcação mais adiantada e postura impetuosa, a equipe de Bruno Lazaroni avançava pelos lados e trazia calafrios aos leoninos. Em boa investida, Caio Alexandre alçou e Rhuan finalizou de primeira, obrigando Luan Polli a salvar à queima-roupa.  O camisa 19 se desvencilhou da marcação com um giro e esticou a Pedro Raul, que lançou Honda. Adryelson se antecipou na jogada.

ACELEROU...

A perspicácia de Keisuke Honda para conduzir o Alvinegro recebeu literalmente um presente na Ilha do Retiro. Luan Polli cometeu um erro primário ao sair jogando e a bola parou nos seus pés. Com frieza, o camisa 4 bateu colocado para o fundo da rede, aos 28 minutos.  Em seguida, Honda foi lançado por Pedro Raul, engatou até a área e driblou Luan Polli. Entretanto, o chute foi pelo lado de fora da rede.

Enquanto isto, o Sport tinha lampejos em suas investidas. Após cobrança de escanteio, Hernane tentou conclusão, mas Cavalieri se antecipou. Logo depois, Marquinhos avançou pela esquerda e o camisa 12 interceptou para o meio da área. Thiago Neves concluiu e Diego Cavalieri saltou para evitar o empate. Patric ainda tentou na sobra, mas bateu para fora.   

FÉ NOS CRIAS

A equipe comandada por Bruno Lazaroni contou com sangue jovem para ampliar o marcador. Rhuan iniciou jogada pelo meio e serviu Kanu. O zagueiro iludiu o adversário e abriu caminho para Caio Alexandre. O camisa 19 irrompeu na área para marcar seu quarto gol no Campeonato Brasileiro. 

CALAFRIOS ALVINEGROS

O cenário parecia promissor para o Glorioso na volta do intervalo. Honda abriu jogada para Kalou, mas Juba se antecipou. No entanto, aos sete minutos o panorama mudou para a equipe de Bruno Lazaroni: Rafael Forster entrou de sola em uma dividida com Leandro Barcia e recebeu seu segundo aos sete minutos.

Três minutos depois, a preocupação ficou ainda maior. Juba alçou e Thiago Neves se antecipou a Márcio Benevenuto para marcar de cabeça. Foi seu primeiro gol com a camisa leonina.

SALVANDO-SE COMO PÔDE

Com um a menos, o Alvinegro se retraiu e viu o adversário cercar sua área. Leandro Barcia cruzou e Hernane cabeceou rente à trave de Diego Cavalieri. Thiago Neves teve nova oportunidade, mas Victor Luis travou a conclusão. Aos poucos, o Glorioso foi arrefecendo os ânimos do adversário, que perdeu seu ímpeto e se limitou a conclusões de fora da área.

SUSPENSE COM O VAR

A reta final ainda contou com uma dose de mistério. Juba cruzou e a bola bateu nos braços de Rhuan dentro da área. O árbitro Rodrigo Dalonso Ferreira chegou a rever o lance na cabine do VAR, mas manteve a decisão de não marcar pênalti, por interpretar que foi uma jogada de "bola na mão". Restou ao Botafogo controlar o jogo e assegurar os seus primeiros três pontos fora de casa neste Brasileirão.     


FICHA TÉCNICA

SPORT 1x2 BOTAFOGO

Data-Hora
: 11-10-20 - 18h15
Estádio: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Árbitro: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Cartões amarelos: Jair Ventura, Patric, Thiago Neves, Jonatan Gomez (SPO), Rafael Forster, Marcelo Benevenuto (BOT)

Cartão vermelho: Rafael Forster (BOT)

Gols: Honda, 28/1T (0-1), Caio Alexandre, 45/1T (0-2), Thiago Neves, 10/2T (1-2)

SPORT: Luan Polli; Patric, Adryelson, Chico e Luciano Juba; Marcão (Jonathan Gomez, 44/2T), Ricardinho (Bruninho, 31/2T), Thiago Neves e Leandro Barcia (Maxwell, 44/2T); Marquinhos (Lucas Mugni, 22/2T) e Hernane Brocador (Rogério, 22/2T). Técnico: Jair Ventura

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu, Victor Luis; Rafael Forster, Caio Alexandre (Rentería, 42/2T), Honda; Rhuan (Warley, 42/2T), Kalou (Guilherme, 11/2T), Pedro Raul. Técnico: Bruno Lazaroni