Kalou Coletiva

'Vou me dedicar para  dar o melhor para a equipe', declarou Kalou (Divulgação Twitter/Botafogo)

Vinícius Faustini
15/08/2020
14:01
Rio de Janeiro (RJ)

Não falta entusiasmo a Salomon Kalou em seu início de caminhada no Botafogo. Em entrevista coletiva virtual divulgada pela Botafogo TV no início da tarde deste sábado, o meia (que foi ajudado por dois tradutores) detalhou como está sua motivação para atuar no futebol nacional.


- O Brasil é conhecido como o país do futebol. É internacionalmente conhecido por isso. Estou muito feliz por vir trabalhar aqui e é uma honra para mim me unir à equipe do Botafogo - disse.

Aos olhos do marfinense, sua vivência pode ser crucial para contribuir com o atual elenco do Glorioso.


- Eu sei que o Botafogo é uma equipe jovem. E eu tenho certeza que minha experiência no exterior e em outras equipes, e até minha experiência cultural, vão contribuir muito ao time. Tenho certeza que o Botafogo tomou uma boa decisão. Vou me dedicar para dar o melhor à equipe - declarou.

Porém, ele ainda não entrou em contato com outro jogador badalado do Glorioso. Kalou mostrou otimismo sobre parceria com Honda.

- Na verdade, a única pessoa com quem eu conversei da equipe do Botafogo foi o nosso técnico. Eu sei que nossa equipe tem muitos jogadores jovens. Ainda não pude conversar com o Honda. Mas tenho certeza que vamos conseguir unir nossas forças - garantiu.

O novo camisa 8 admitiu que entrou em contato com outro estrangeiro que marcou época recentemente no Glorioso. E só ouviu elogios do novo clube.

- O Seedorf é um grande ídolo na Holanda. Nós conversamos sim. E as nossas conversas com certeza influenciaram. E também conversei com outros jogadores que falaram coisas muito boas daqui. Eu já me sinto em casa. Com certeza as conversas que tive com esses jogadores me influenciaram positivamente para eu ter acertado com o Botafogo - disse.

O meia, que durante sua apresentação no Nilton Santos falou em se aposentar com a camisa alvinegra, deu uma projeção sobre por quanto tempo ainda pretende atuar.

- Sou um jogador que nunca tive uma contusão séria. Espero jogar por mais uns três, quatro anos - destacou.

O jogador de 35 anos já viu com bons olhos o desempenho da equipe no empate em 1 a 1 com o RB Bragantino.

- Eu tive a oportunidade de ver o primeiro jogo. Começamos perdendo, mas conseguimos empatar. Às vezes é difícil sair de uma situação negativa. Estou muito animado e não vejo a hora de treinar com a equipe - e detalhou sobre a conversa com o técnico Paulo Autuori:

- Ainda não conversamos sobre minha função com o técnico, mas pretendemos fazer o mais breve possível - completou.

Além disto, o astro mostrou muita confiança quanto ao que a equipe pode conquistar.

- É uma alegria estar participando dessa equipe do Botafogo. Há uma expectativa muito grande da minha parte para que ao final do ano de 2021 a gente possa estar celebrando uma grande vitória - declarou.