Oscar Romero - San Lorenzo

Óscar Romero é alvo do Botafogo (Divulgação / Twitter San Lorenzo)

Sergio Santana
25/01/2022
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Óscar Romero é o nome da vez. O Botafogo negocia a contratação do meio-campista, livre no mercado desde agosto quando saiu do San Lorenzo. O clube se adequou às regras financeiras da Liga Argentina e teve que desligar o paraguaio de 29 anos.

+ Rafael torce pelas chegadas de Elkeson e Rafael Carioca no Botafogo: 'Seriam dois grandes reforços'

Ele era um dos nomes na lista de reforços do Alvinegro desde o começo da janela. O clube fez um primeiro contato na semana passada e as negociações evoluíram nos últimos dias. O Botafogo, contudo, não está sozinho: pelo menos dois times da MLS, a liga dos Estados Unidos, e um da China também têm interesse em Romero.

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br, preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

As equipes em questão aparecem com um salário melhor para o meio-campista se comparadas ao Botafogo. Mesmo assim, o Alvinegro, no momento, "lidera a corrida" pela contratação do paraguaio. O plano de carreira apresentado agradou e o clube coloca a seleção Paraguaia em pauta como uma forma de convencimento.

Romero não foi chamado por Guillermo Barros Schelotto para a última convocação do Paraguai. Por estar sem atuar de forma oficial desde agosto, ele não foi lembrado pelo treinador para os próximos compromissos das Eliminatórias. O Botafogo entende que ele precisa voltar a atuar com regularidade para retornar ao radar da Albirroja.

O Glorioso acredita que possa garantir isso a ele, e foi justamente o que foi passado nas conversas no sentido de carreira e projeção no clube. A questão de atuar em uma liga forte em comparação às outras duas na mesa foi outro ponto levantado.

O Botafogo apresentou o melhor plano financeiro para Óscar Romero na América do Sul. Com a Copa do Mundo no radar e o Paraguai ainda tendo chances - mesmo que remotas - de se classificar, o meio-campista pode abrir mão do dinheiro norte-americano ou chinês por um plano de atuação mais definido e sólido. É nisso que o Glorioso aposta para as próximas semanas.