Nelson Mufarrej - Botafogo

Nelson Mufarrej é o presidente do Botafogo (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Sergio Santana
19/07/2019
15:01
Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo deu um passo importante rumo a uma melhora no ambiente interno do clube. Nesta sexta-feira, a diretoria do Alvinegro pagou os salários e parte dos direitos de imagem referentes ao mês de maio aos jogadores. Desta forma, a cúpula do Glorioso, agora, está atrasada totalmente "apenas" com o mês de junho.

Nas últimas semanas, os jogadores resolveram protestar aderindo a uma greve de silêncio, não dando entrevistas para a imprensa e nem participando de ações de marketing do clube. Tal postura explicitou a desconfortável situação dentro do clube, mas a diretoria, desde então, correu atrás para quitar tais débitos. A informação foi divulgada primeiramente pelo perfil "Fogo na Rede" e confirmada pelo LANCE!

Apesar disto, Eduardo Barroca destacou que os jogadores, em nenhum momento, abriram mão do parte esportiva, permanecendo focado aos treinos e nos trabalhos feitos pelo treinador, que elogiou a postura dos atletas na última semana, antes da partida contra o Cruzeiro.

O LANCE! apurou que pessoas ligadas ao clube ajudaram a viabilizar tais valores, mas não tiraram, em nenhum momento, recursos pessoais para tal. 

Com o pagamento dos valores, a ver se os jogadores vão abrir mão do protesto e voltar a participar das ações do clube. Nesta sexta-feira, o Botafogo inicia a preparação final para o duelo contra o Santos, no próximo domingo, às 11h, no Estádio Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro.

Agora, a diretoria corre atrás para quitar os salários referentes ao mês de junho com os jogadores e os funcionários. Internamente, a diretoria do Botafogo não trabalha com prazos, mas espera - e corre atrás - para pagar tais débitos o mais rápido possível.