Paulo Autuori, técnico do Botafogo

Paulo Autuori endurece críticas após retorno do Campeonato Carioca (Vitor Silva / Botafogo)

Fabio Chiorino e Rodrigo Borges
03/07/2020
07:25
São Paulo (SP)

"Continuo achando um absurdo a gente voltar agora, é um descaso muito grande com a integridade física dos jogadores (...) Isso é uma questão apenas de bom senso e lógica, não me parece que hoje a gente tenha isso". A declaração do técnico Paulo Autuori, após o empate do Botafogo contra a Portuguesa-RJ, na quarta-feira, escancarou mais uma vez uma voz quase solitária em meio a tanta pressão por um retorno injustificável.

Neste fim de semana serão disputadas as semifinais da Taça Rio, uma disputa frívola em meio a uma pandemia que tem o Rio de Janeiro como um estados mais afetados. Autuori, que adotou tom crítico desde que o Campeonato Carioca foi retomado, já havia sido punido pela federação estadual, que não aceita críticas, mas que encara com naturalidade a bagunça do agendamento de jogos e a clara discordância entre os grandes clubes que disputam o torneio.

Autuori tem respaldo do Botafogo, que também se manifestou contrário à volta, mesmo com os graves efeitos financeiros da paralisação nos cofres já combalidos do alvinegro. Trata-se, sobretudo, de uma análise humanitária, e não técnica.

Paulo Autuori tem bagagem e discernimento suficientes para fazer valer sua opinião. Enquanto alguns olham apenas para o seu umbigo, o treinador argumenta pelo coletivo. Deveria ser a regra, mas, no futebol brasileiro, quase sempre é a exceção.

O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. Leitura rápida, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges. Clique aqui e inscreva-se.