John Textor - Botafogo

Textor já está no Rio (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Sergio Santana
22/02/2022
07:13
Rio de Janeiro (RJ)

John Textor está de volta ao Brasil. O empresário desembarcou em solos tupiniquins na manhã desta terça-feira após vir de Lisboa, onde estava resolvendo questões burocráticas e busca um novo time para investir. Ele vem ao Rio de Janeiro para assinar o contrato definitivo da compra de 90% da SAF do Glorioso.


Em rápido contato com o LANCE! durante a chegada, Textor confirmou o interesse do Botafogo em Cavani, afirmou que Luís Castro é o “grande nome” para ser o treinador - e merece receber o que for para assumir o cargo. Além disso, ele confirmou presença em Botafogo x Flamengo, jogo que será realizado nesta quarta-feira no Nilton Santos pelo Campeonato Carioca.

- Vou deixar Luis Castro falar por ele. É verdade que ele segue como nosso nome favorito e continuamos a falar com ele ativamente. Ele tem contrato com outro time, então temos que ter cuidado com o que falamos com ele. Mas amamos Luís Castro, achamos que é o homem certo para o trabalho, só que temos muito trabalho para fazer, porque ele tem um time hoje. Mas o amamos - afirmou o empresário.

- (A multa) significa que a gente teria que ter um acordo com o clube, o que, segundo as regras da Fifa, ele tem que ter um acordo com o clube. Mas ele é um homem de ótima reputação, não é à toa. É um bom técnico, bom professor, o trabalho que fez na base do Porto é marcante. É isso que precisamos aqui, um técnico que venha para vencer logo. Mas também um técnico que tenha um entendimento e sensibilidade para estruturar a base. Precisamos de um homem que resolva tudo. Qualquer multa ou custo associado ao líder de qualidade como Luís Castro - ele não é o único técnico que falamos - mas ele recebe o dinheiro porque merece e nos dá a melhor chance de vencer - completou.

Textor deve ficar no Rio até o fim da semana. A vinda é com a intenção exclusiva de assinar o contrato definitivo e, assim, fechar a compra do Botafogo. Assim que tudo for concretizado, mais R$ 100 milhões serão injetados nos cofres do Botafogo.