Keisuke Honda - Botafogo

Honda entrou em campo pelo Botafogo em 27 partidas, marcando três gols (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

LANCE!
28/12/2020
19:35
Rio de Janeiro (RJ)

Com grandes chances de ser rebaixado no Brasileirão, o Botafogo pode ter mais um problema na reta final da competição. Com contrato até o fim do campeonato, o japonês Keisuke Honda pediu para deixar o clube. Uma conversa entre o atleta e o departamento de futebol do Glorioso irá acontecer nos próximos dias. O presidente eleito Durcesio Mello já foi comunicado. A informação foi inicialmente divulgada pelo portal "Globoesporte.com". 

+Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro

Até o momento, o camisa 4 entrou em campo pelo Alvinegro em 27 partidas, marcando três gols. No último jogo contra o Corinthians, neste domingo, ele não esteve à disposição devido à uma lesão na coxa esquerda. A tendência é que o atleta retorne apenas na reta final da competição, no final de janeiro, algo que pesou em sua decisão.

Com isso, Honda alega ter uma proposta do futebol europeu e pretende sair do clube no início de janeiro. Ele está insatisfeito com o que acontece no Glorioso dentro e fora de campo. Na tabela, o Botafogo soma apenas 23 pontos em 27 jogos disputados, amarga a penúltima colocação da competição e uma grave crise financeira.

Contratado em fevereiro, Honda chegou com status de estrela mundial e foi recebido com festa 13 mil torcedores no estádio Nilton Santos. No entanto, em novembro, o jogador chegou a dizer que cogitava sair do clube após a decisão da diretoria de demitir o argentino Ramón Díaz. O japonês pretende ter um tempo com a família e deve postar as explicações de sua saída em sua rede social em breve.

Por fim, vale lembrar que o único momento em que o japonês teve contato com o público foi em sua apresentação. A partida que marcou a sua estreia com a camisa do Botafogo, diante do Bangu, no dia 15 de março, já foi com os portões fechados, no início da pandemia do novo coronavírus.