João Paulo

João Paulo está emprestado ao Seattle Sounders até o fim de 2020 (Lindsey Wasson/Seattle Sounders)

LANCE!
15/09/2020
13:07
Rio de Janeiro (RJ)

Em entrevista ao canal no Youtube 'Território MLS', o meio-campista João Paulo destacou o carinho e a identificação que tem com o Botafogo e disse ter saudades de vestir a camisa do Alvinegro. Emprestado ao Seattle Sounders, dos Estados Unidos, o jogador declarou a sua paixão e disse sentir falta da atmosfera da torcida no Nilton Santos. 

– Tenho muita saudade de vestir a camisa do Botafogo, de viver a atmosfera do Nilton Santos. Foram três anos em que criei laço muito forte com o clube e com os profissionais. Deixei muitos amigos e colegas de profissão. É claro que há uma saudade grande, até hoje falo com o pessoal – comentou, e em seguida completou.

– Tenho identificação forte com Botafogo e Santa Cruz. No Santa tive renascimento no futebol, após dois anos difíceis. Coloco os dois clubes na mesma prateleira. O Botafogo foi desafio maior, jogar Libertadores e Série A, ser mais protagonista. Foram dois grandes desafios, diferentes, mas que guardo com muito carinho – frisou

Ao longo da entrevista, o atleta explicou que seu contrato de empréstimo com a equipe norte-americana se encerra no final de 2020, mas o Seattle Sounders tem a opção de compra. Aos 29 anos, ele também revelou que não almeja o mercado europeu, e pretende permanecer na Major League Soccer (MLS)

– Meu contrato é de empréstimo até o fim do ano, eles têm a opção de fazer a compra. Caso comprem, eu teria mais dois anos aqui, até o fim de 2022. O interesse aconteceu em agosto do ano passado, foram muito cautelosos, observaram, foram a dois jogos no Brasil. Em janeiro iniciei o ano no Botafogo, acabou acontecendo, muito pela minha polivalência, de poder jogar em mais de uma função no meio – explicou.

Revelado pelo Internacional, o meio-campista passou por clubes como Santa Cruz, Goiás, Atlético Goianiense e Botafogo. Com a camisa Alvinegra, foram 85 partidas, com seis gols e nove assistências. Já pelo Seatle, ele disputou 9 jogos, marcou três e deu duas assistências, e foi titular na goleada de 7 a 1 sobre o San Jose Earthquakes, no último dia 11.