Marlone

Marlone pertence ao Corinthians (Foto: Divulgação/Goiás)

Sergio Santana
22/06/2019
13:28
Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo segue mapeando o mercado em busca de reforços. Após a confirmação da contratação de Victor Rangel, o Alvinegro segue de olho nas oportunidades para melhorar o elenco. A bola da vez foi Marlone, emprestado ao Goiás pelo Corinthians, mas o Glorioso ouviu uma recusa do Esmeraldino, clube no qual o meio-campista possui contrato até o fim desse ano.

Por meio de um intermediário, o Botafogo sondou a situação do jogador junto à diretoria do Goiás - que, inclusive, possui Túlio, ex-volante, com passagem marcante pelo Glorioso, como diretor de futebol -, mas o time alviverde não possui interesse em liberar o jogador e recusou qualquer tipo de investida. A informação foi divulgada primeiramente pela "Rádio Tupi" e confirmada pelo LANCE!.

Marlone foi contratado pelo Corinthians em 2016 e ainda possui seus direitos econômicos ligados ao clube, que, por outro lado, não tem interesse em utilizá-lo. Portanto, a negociação, basicamente, seria voltada diretamente entre Goiás e Botafogo, mas os diretores esmeraldinos encerram as conversas.

O meio-campista atuou em seis partidas do Campeonato Brasileiro e, portanto, ainda poderia se transferir para outro clube que disputa a primeira divisão nacional. Ao todo, Marlone disputou 22 partidas na atual temporada e marcou cinco gols. Após um começo sendo titular, ainda com Maurício Barbieri no comando da equipe, o atleta de 27 anos, atualmente, com Claudinei Oliveira, alterna entre o onze titular e o banco de reservas.

Revelado pelo Vasco no início da atual década, Marlone também soma uma passagem pelo Fluminense no futebol carioca. Além disto, também jogou em Cruzeiro, Sport, Corinthians e Atlético-MG.

O interesse em Marlone condiz com uma possível saída de Gustavo Ferrareis. O meio-campista emprestado pelo Internacional não faz parte dos planos de Eduardo Barroca e o Botafogo estuda um possível rompimento do contrato, já que nenhuma proposta oficial chegou, o que resultaria em um retorno do atleta para o Colorado.