Botafogo x Fluminense - Comemoração

Matheus Babi comemora gol contra o Fluminense (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

LANCE!
06/08/2020
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Um atacante reserva era uma das prioridades do Botafogo no mercado para a disputa do Campeonato Brasileiro. A ideia de ter uma opção direta a Pedro Raul - que havia participado de alguns jogos antes da paralisação no 'sacrifício', com dores musculares - foi solucionada com Matheus Babi, destaque do Macaé no Campeonato Carioca.

O reforço começou a treinar com o grupo no retorno do Botafogo às atividades presenciais ao Estádio Nilton Santos, pouco mais de uma semana antes do recomeço do Campeonato Carioca. Desde então, vem se adaptando e agradando membros da comissão técnica.

A confirmação veio no último sábado. Matheus Babi entrou no segundo tempo e marcou o gol do empate no amistoso realizado diante do Fluminense, o primeiro com a camisa alvinegra.

- O Babi tem surpreendido muito toda a gente, no dia a dia, nos treinos. Será uma competição importante e quem ganha com isso é o Botafogo com alternativas. Isso força uma competitividade interna interessante - afirmou o treinador Paulo Autuori, após a partida.

Matheus Babi e Pedro Raul travam uma disputa saudável pela posição. O segundo é um dos artilheiros do Botafogo na temporada, com cinco gols. A procura da diretoria era por um jogador que pudesse substituí-lo, ocasionalmente, à altura, com o intuito de fortalecer o elenco.

- Se for ver só o fato de fazer o gol, aí vamos falar do Babi. Mas fizemos um início de jogo muito bom e vi o pivô do Pedro Raul com muita qualidade várias vezes. Falar que ele não fez um bom jogo eu não posso concordar. Fez um jogo bastante interessante com aproximação do Honda e do Nazário, tivemos saídas muito rápidas e ele foi importante pela parede que fazia, atraindo um dos dois zagueiros para a entrada do Luis Henrique e do Rhuan. Como treinador, não vou julgar o jogador só pelo fato de fazer gol - completou Autuori.