Victor mantém otimismo para jogo de volta contra o San Lorenzo

Victor mantém otimismo para jogo de volta contra o San Lorenzo (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

LANCE!
11/04/2018
22:18
Belo Horizonte (MG)

A derrota para o San Lorenzo começa a preocupar os torcedores do Atlético-MG, não pelo resultado em si, mas pelas atuações fracas que a equipe vem mostrando desde a derrota para o Cruzeiro, na final do Campeonato Mineiro. Com o revés por 1 a 0 na estreia da Copa Sul-Americana, o Galo precisa vencer o jogo de volta por dois gols de diferença para avançar à segunda fase. No dia 8 de maio, as equipes voltam a se encontrar no Independência para a decisão da vaga.

Apesar da reclamação da torcida, o goleiro Victor mantém o otimismo. Para ele, o Atlético-MG não sofreu diante do adversário, já que a equipe conseguiu fechar a marcação durante grande parte do jogo e manteve boa posse de bola.

- O San Lorenzo não pressionou porque não permitimos que pressionasse. Nossa equipe marcou bem, fechou os espaços, dentro da proposta que viemos para campo. Pecamos um pouco no último passe. Tivemos algumas situações de contra-ataque em que poderíamos ter êxito. Mas nossa equipe jogou de igual para igual e é um resultado perfeitamente reversível em Belo Horizonte - disse o arqueiro.

Para o goleiro, o único lance em que o Atlético-MG vacilou foi justamente no gol marcado por Gudinõ, que apesar de ter concluído o lance em posição irregular, teve o tento validado pelo árbitro Leodan González.

- É um lance que poderíamos ter evitado, que bobeamos. Era um lance de lateral, no qual a equipe deles conseguiu virar a bola e saiu um chute em que desviou e dificultou a defesa. No rebote acabou saindo o gol. Temos que procurar corrigir, mas a equipe está evoluindo, está no caminho certo.

Agora, a equipe alvinegra volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Pela primeira rodada da competição, o Atlético-MG enfrenta o Vasco, às 16h, em São Januário.