Sampaoli chegou a 10ª vitória no comando do Atlético-MG em 13 jogos

Sampaoli está suspenso do banco de reservas para o próximo jogo, domingo, contra o Red Bul Bragantino, no Mineirão-(Agência Galo/Bruno Cantini/Pedro Souza)

Valinor Conteúdo
10/09/2020
00:51
Belo Horizonte

Em uma noite de erros individuais, o Atlético-MG foi derrotado pelo Santos por 3 a 1, na Vila Belmiro, nesta quarta-feira, 9 de setembro, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado manteve o Galo com 15 pontos, na quarta colocação, com um jogo a menos em relação aos líderes Internacional, São Paulo e Flamengo.

A partida foi marcada pela expulsão de Rafael, falha de Victor no primeiro gol do Peixe, após chute de Arthur. Outro erro individual foi o recuo mal dado por Mariano, que resultou no cartão vermelho para Rafael, em um momento do jogo que o Atlético estava bem na partida.

O técnico Jorge Sampaoli não culpou ninguém pelo revés e achou injusta a expulsão do seu goleiro titular, na disputa com Marinho.

-Na jogada do Rafael, me parece que ele vai para cortar, não me parece uma jogada para expulsão. Isso ao meu critério, mas não sou eu quem decido-disse.

Em seguida, negou que a houve uma queda emocional do time, mesmo com a derrota.

-Sobre o emocional, não baixamos a cabeça, conseguimos focar. Lamentavelmente não foi uma partida que convertemos as chances de gol-completou o treinador que está suspenso da próxima partida por ter levado o terceiro cartão amarelo.

O Galo encara no fim de semana contra o Red Bull Bragantino, no Mineirão, domingo, 13 de setembro, às 18h, pela 10ª rodada.