Jorge Sampaoli surpreende com mudanças constantes no time e no sistema de jogo do Galo

Jorge Sampaoli surpreende com mudanças constantes no time e no sistema de jogo do Galo-(Bruno Cantini/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
06/08/2020
13:45
Belo Horizonte

A estratégia de Jorge Sampaoli no Atlético-MG e não ter estratégia fixa. O treinador argentino surpreendeu mais uma vez o América-MG, na decisão por uma vaga na final do Estadual, ao colocar o zagueiro Gabriel na lateral-direita no lugar de Guga, que está sendo negociado, além da entrada de Alan Franco na vaga de Jair.

Mas, as surpresas de Sampaoli não foram apenas na escalação do seu time. O treinador tem mudado o sistema de jogo do Galo com frequência, confundindo o adversário, como reconhecido o técnico do Coelho, Lisca.

-Esse Sampaoli está queimando os meus neurônios! Cada dia um time diferente. Eu estou louco pra encarar um time normal-disse em tom de brincadeira Lisca ao chegar para a sua coletiva pós-jogo.

O técnico argentino comentou sobre as alterações na equipe e já adiantou que o Galo não será uma equipe de um esquema só na temporada.

- Às vezes jogaremos com três na defesa, às vezes com quatro. Depende muito do rival, depende muito de cada partida. Individualmente, saiu Guga da equipe ( a caminho do Spartak), tivemos que recorrer. Mariano teve só um treinamento, chegou muito tarde. Com essa realidade, optamos por jogar com três zagueiros - disse o técnico, que prosseguiu:

- Jogando Gabriel, que é um zagueiro na lateral, precisávamos de um volante com muito mais dinâmica que o Jair. Por isso jogou Alan Franco - completou, Sampaoli, que deve manter esse “modus operandi” de imprevisibilidade na estreia do Galo no Brasileiro, domingo, 9 de agosto, contra o Flamengo, no Maracanã.