Sede do Galo

A Polícia Militar de Minas Gerais mandou uma guarnição à sede do Atlético (Foto: Fellipe Lucena)

Valinor Conteúdo
20/04/2019
21:09
Belo Horizonte

O Atlético-MG solicitou à Polícia Militar de Minas Gerais reforço na segurança da sede do clube, no bairro de Lourdes, região centro-sul de Belo Horizonte. O objetivo é prevenir eventuais protestos de torcedores após a perda do título mineiro para o Cruzeiro, neste sábado, após empate por 1 a 1, no Independência.

A informação foi postada pelo site "Superesportes" e confirmada pelo LANCE!. A prevenção faz sentido para o Galo, pois já houve diversas manifestações de torcedores na sede do clube, inclusive com a colagem de cartazes contra alguns jogadores, como Victor e Cazares, além de integrantes da diretoria, todos com narizes de palhaço, que foram colocados logo após a goleada sofrida para o Cerro Porteño, por 4 a 1, pela Libertadores da América.