Chará foi pouco acionado e não pôde produzir muito para a equipe

Chará teve pouca participação em campo, pela falta de boa articulação do meio de campo alvinegro- (Bruno Cantini/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
22/05/2019
00:01
Belo Horizonte

Contrariando a opinião geral de quem viu o jogo entre Unión La Calera e Atlético-MG, derrota por 1 a 0 do clube brasileiro no Chile, o zagueiro e capitão do time no duelo, Leonardo Silva, acha que a equipe mineira fez um bom jogo, mesmo saindo de campo derrotado e tendo de buscar dois gols na jogo de volta, dia 28 de maio, em Belo Horizonte.
-Nós fizemos um bom jogo, um primeiro tempo mais conservador. Conseguimos segurar o time deles, mas numa bola alçada à área, acabamos levando o gol-disse Léo Silva.

O jogo apresentado pelo alvinegro teve pouca força ofensiva e posse de bola, pois o La Calera ficou com a redonda 58% do tempo, contra 42% do time alvinegro. Nos chutes a gol, o desempenho da equipe foi ainda pior, com apenas um arremate para o gol adversário, anulando qualquer perigo para os chilenos, que conseguiram sua primeira vitória em uma competição internacional de sua história, que começou em 1954, quando foi fundado.

O alvinegro de Minas terá de marcar pelo menos dois gols na partida de volta entre as duas equipes, no dia 28 de maio, às 21h30, próxima terça-feira, no Independência, para conseguir avançar na competição.