Ruan chega ao Palmeiras com os valores dos direitos fixados

Marques foi duro sobre a postura de Ruan Marvyn - Bruno Cantini/Atlético-MG

Valinor Conteúdo
07/09/2018
16:51
Belo Horizonte

Após anunciar o empréstimo do zagueiro da base Ruan Marvyn para o Palmeiras, mas não explicar oficialmente sobre a negociação, o coordenador das categorias de base do Atlético-MG, ex-atacante Marques, falou na Cidade do Galo sobre o jogador.

Marques, um dos maiores ídolos alvinegros foi duro e enfático sobre o histórico de Ruan no clube. A fala foi tão forte que o ex-jogador até falou que o Galo fez um ótimo negócio ao fazer o acordo com o time paulista.

- Aqui no clube, ele teve todas as chances para entrar no padrão da categoria de base, mas infelizmente não foi possível. É um atleta que me desgastei muito, que me visitou por mais vezes na sala que eu ocupo na base. Tentamos colocar ele na linha, a ponto de subir ele para o profissional como uma última cartada para colocá-lo dentro do que entendemos como disciplina, mas não funcionou, disse Marques.

A linha dura do Atlético-MG com o jovem zagueiro mostra uma postura firme do clube em não aceitar atos de indisciplina, mas sem citar o que Ruan teria feito de grave.

- Temos aqui conosco mais de 250 garotos e não podemos deixar que atos de indisciplina como os que ele cometeu possa influenciar outros garotos. Por isso nós tomamos essa decisão. Esperamos que ele dê certo no Palmeiras. É um ativo nosso, nós investimos. Caso não dê certo, receberemos ele de braços abertos, mas era importante que ele respirasse novos ares. É importante que ele conheça uma outra realidade, que ele abra sua mente. Se voltar, que volte melhor. Esse é o nosso objetivo com essa negociação. Primamos pelo comportamento, disciplina e exemplo. Mesmo sendo exemplo negativo, ele serve de forma positiva para todos, concluiu Marques.