Ex-jogador Marques assume a coordenação de futebol da base do Atlético-MG

Marques assumiu interinamente no lugar de Alexandre Gallo, demitido pelo clube, mas agora será efetivado no cargo de diretor de futebol- Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

Valinor Conteúdo
10/12/2018
16:51
Belo Horizonte

O Atlético-MG não fechou nenhum negócio para o elenco de 2019. Nem comunicou nenhuma saída do clube oficialmente. Mas, confirmou a permanência do ex-jogador e ídolo da Massa, Marques, na diretoria de futebol do clube, cargo que ocupava interinamente com a saída de Alexandre Gallo.

O anúncio foi feito pelo presidente do clube mineiro, Sérgio Sette Câmara, que tentou contratar outro diretor, sondando Rodrigo Caetano, que está no Internacional, mas sem sucesso.

Marques se tornou a primeira opção do clube após a desistência por Caetano e de outros nomes do mercado. Marques seguirá com o planejamento do elenco para o ano que vem ao lado do técnico Levir Culpi.

- Ele é um cara que é do Atlético-MG, que tem toda a identidade, e um sujeito que dispensa comentários. Ele goza da minha confiança. O Marques está indo bem. Não vou citar nomes. Fui atrás de nomes que acho interessantes. Não consegui trazer e, diante disso, a manutenção do Marques é o melhor a se fazer neste momento. É uma decisão minha, disse.

Sette Câmara está confiante no desempenho de Marques no cargo de diretor de futebol do Galo.

- Eu acredito que ele vai exercer bem o papel cuidando do dia a dia do clube. Todas as decisões relativas a contratação e à avaliação do elenco são feitas envolvendo a comissão técnica. Eu falo com o Levir e o Marques todos os dias, explicou.

Sérgio Sette Câmara vai para o seu segundo ano e mandato e busca uma temporada melhor dentro e fora de campo, devido as dificuldades financeiras do clube.