Keno fez sua estreia com a camisa do Atlético-MG no duelo contra o Patrocinense, na quarta-feira, 29 de julho

Keno fez sua estreia com a camisa do Atlético-MG no duelo contra o Patrocinense, na quarta-feira, 29 de julho-(Pedro Souza/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
31/07/2020
17:15
Belo Horizonte

O atacante Keno, do Atlético-MG, não esteve no clássico contra o América-MG, no domingo, 26 de julho, pois ainda não tinha condições legais de jogo. Ele estreou diante do Patrocinense e pode ser mais uma opção ofensiva para Jorge Sampaoli.

Com essa possibilidade, Keno prevê um jogo diferente diante do Coelho, que segurou o ataque atleticano na etapa final de jogo, e ainda empatando a partida em 1 a 1. O jogador, de 30 anos, viu o alvinegro melhor na etapa inicial de jogo e espera que isso se repita durante todo o clássico do próximo domingo, 2 de agosto.

-O Lisca fez uma mudança no segundo tempo que travou nosso time, a gente não conseguia criar um pouco, mas nesse jogo vai ser totalmente diferente, são dois jogos, é jogo de mata-mata-disse.

Keno espera que os velocistas do Atlético sejam alternativas para criar chances de gol e dar a vantagem no confronto para o Galo.

- Pelo trabalho que o Sampaoli está fazendo dentro de campo, a gente vai se dar muito bem nessa jogada de lado, por dentro. Na semifinal, vamos acertar todas-disse.#

Apesar de afirmar que o clássico contra o América-MG será diferente, Keno não deixou de manter a diplomacia, pedindo respeito ao Coelho nesta semifinal do Estadual de Minas Gerais.

- Futebol não tem favorito. É 11 contra 11. A gente sabe que, se entrar com pé mole, o América vai atropelar. Temos que entrar com garra de final. Cada jogo temos que lutar independentemente de valores. Valores não entram em campo. Quem foi mais caro, quem foi mais barato. A gente sabe que tem que correr bastante para ir para final.

O Atlético-MG foi o terceiro colocado na fase de classificação, enquanto o América-MG o segundo. Por isso, o Coelho tem a vantagem de jogar por resultados iguais, dois empates ou placares agregados pela mesma diferença de gols. A partida de volta será na quarta-feira, 5 de agosto no Independência.