Arena MRV

Falta apenas mais uma etapa para que a Arena MEV tenha liberação para inciar os trabalhos-(Foto: Divulgação MRV/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
26/10/2019
17:53
Belo Horizonte

O prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil (PSD-MG), sancionou o Projeto de Lei (PL) 817/19, que versa sobre a ocupação e reparcelamento de solo na capital mineira, o que permitirá ao clube “fatiar’ o terreno onde será construído o seu estádio.

Kalil foi o autor do projeto e enviado à Câmara de Vereadores de BH, que aprovou por unanimidade a proposta. A nova lei favorece o clube na sua saga para superar as barreiras burocráticas que estão impedindo o início das obras da Arena MRV.

O Galo poderá usar o terreno do bairro Califórnia, região noroeste da cidade, para erguer sua arena e ainda destinar parte da área para instituições de preservação ambiental. já que no local há partes com áreas protegidas pelas leis ambientais.

Com o projeto sancionado, o Galo aguarda uma última etapa para que o clube consiga o Documento Autorizativo para Intervenção Ambiental (DAIA), no Conselho Municipal do Meio Ambiente, o que permitirá o início das obras da Arena MRV.

A decisão do órgão ambiental deve sair até o fim de outubro, o que pode significar a liberação da Licença de Implantação(LI), autorizando definitivamente a instalação dos trabalhos da Arena MRV, que agora tem previsão de entrega para 2022.