Renato Portaluppi - Grêmio

Renato está no Grêmio desde de 2016 e possui um rico histórico de conquistas pelo Tricolor do Sul- (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Valinor Conteúdo
12/02/2021
18:16
Belo Horizonte

Com os rumores da saída de Jorge Sampaoli se tornando cada vez mais fortes, ficando perto de se tornarem realidade, o Atlético-MG já tem na “manga” um “Plano A” caso se confirme a saída do argentino para o Olympique de Marselha, da França: Renato Gaúcho, atual técnico do Grêmio.

O treinador gremista é o favorito para assumir o clube se Sampaoli deixar o Galo. A informação foi veiculada inicialmente pela “Rádio da Massa” e confirmada pelo L!.

A imprensa francesa “crava” que Sampaoli deixará o Atlético para um projeto no Olympique, que está sem técnico desde a saida do português André Villas Boas. O comandante alvinegro tem contrato até o fim de 2021, mas a diretoria quer estender o vínculo. Mas a proposta francesa está seduzindo Sampaoli.


Se não houver um acordo com a diretoria alvinegra, Sampaoli terá de pagar uma multa de R$ 4 milhões para encerrar seu contrato.


CONFIRA COMO ESTÁ A RETA FINAL DO BRASILEIRÃO EM NOSSA TABELA

Com esse cenário, o alvinegro está se precavendo e buscando uma alternativa que mantenha o projeto de um time forte, com um técnico de renome, mas que custaria menos dinheiro para o clube mineiro, pois o Galo arca com o treinador e todo o seu staff.

Renato está no Grêmio desde 2016 e conseguiu no Tricolor títulos importantes como Libertadores e Copa do Brasil e Recopa Sul-Americana, além de estar em outra decisão do maior mata-mata nacional, contra o Palmeiras nos meses de março e abril.


Esse perfil agrada a diretoria do clube. Outro nome que pode voltar à tona é de Cuca, que é um sonho antigo do torcedor atleticano, que teve com o treinador o maior momento de glória do clube, quando venceu a Libertadores de 2013.

Cuca deixará o Santos ao fim da temporada e pode receber uma investida do Galo para que retorne ao clube.

Renato Gaúcho tem contrato até dia 28 de fevereiro com o Grêmio, pois sempre renova por curtos períodos, para ter a liberdade de ouvir propostas que possam lhe agradar.