Marcos Rocha

Marcos Rocha manifestou o desejo de permanecer no Palmeiras e diz que seu ciclo no Galo terminou- (Foto: LC Moreira)

Valinor Conteúdo
13/12/2018
17:37
Belo Horizonte

O Atlético-MG ainda tem esperança de confirmar a venda do lateral-direito Marcos Rocha para o Palmeiras, ou outro clube interessado, reforçando o caixa do clube, ou usar o jogador como “moeda de troca” para buscar reforços que a equipe necessita.

O Galo estava esperando uma posição do Palmeiras, que estava com o jogador por empréstimo durante todo o ano de 2018 e tinha a preferência na compra em definitivo.

Porém, o Verdão perdeu o prazo estipulado pelos mineiros e o alvinegro tem liberdade para procurar outros possíveis compradores.

Flamengo e Grêmio demonstraram interesse em contar com Rocha, que disse declarou que não quer voltar para o clube mineiro, pois considera que sua história no Galo terminou quando ele foi emprestado para o Palmeiras, já que queria permanecer em BH.

Apesar da liberdade para achar novos compradores, o presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, disse à Rádio Itatiaia que não fechou negociações com o Palmeiras e outras situações de negócio podem surgir.

- A situação do Marcos Rocha está em andamento. O fato de eles não terem exercido a compra no dia 5 de dezembro não significa que não estamos em negociação. Agora a nossa situação do ponto de vista negocial se abre, porque outras portas se abrem. Nós temos ótima relação com o Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, e com o Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras. A gente sabe que o jogador quer ficar lá, mas a gente olha o melhor para o Atlético-MG. O que for melhor para o Atlético-MG vai acontecer, disse Sérgio Sette Câmara.

Marcos Rocha foi emprestado ao clube paulista com o valor dos seus direitos fixados em dois milhões de euros, mas o Campeão Brasileiro preferiu comprar antes o outro jogador da lateral-direita palmeirense, Mayke, ex-Cruzeiro.