Arena MRV ainda tem pendências com órgãos municipais e estaduais

Galo luta contra o tempo para iniciar obras ainda em 2018- Reprodução/Atlético-MG

valinor Conteúdo
24/11/2018
21:33
Belo Horizonte

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel(PT-MG), assinou um decreto avalizando a obra da Arena MRV, tornando o estádio como uma obra de interesse social, como queria a diretoria do Atlético-MG.

O decreto de número 604, assinado na sexta-feira, dia 23 de novembro, foi publicado no Diário Oficial do Estado neste sábado. Com essa ação, o Galo pode acelerar a liberação das licenças ambientais e agilizar a burocracia para iniciar as obras da sua arena. A futura arena está localizada no Bairro Califórnia, na Região Noroeste de Belo Horizonte.

A MRV, que fará a obra, em comunicado de seu presidente, Rubens Menin, no Twitter, adiou a entrega do estádio de 2020, para 2021, mas comemorou o decreto do governador que beneficia a obra atleticana.

- Olha a boa nova: Arena MRV. O novo estádio do Galo vai se tornando realidade. O @atlético vai ter estádio próprio a partir de 2021, dizia a mensagem de Menin.

Mesmo com o decreto de interesse social, o Atlético-MG aguarda as autorizações para poder iniciar os trabalhos e retirar parte da vegetação que está sob proteção ambiental. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), já foi entregue uma manifestação da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) para avaliação do orgão.

A Semad comunicou que ainda falta a análise no Instituto Estadual de Florestas (IEF) para a liberação do Documento Autorizativo para Intervenção Ambiental (Daia) e a autorização do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), para usar os recursos hídricos do local, onde se encontram nascentes e águas subterrâneas, além de vegetação de Mata Atlântica. Só com essas liberações, a obra vai sair do lugar.