Atlético-MG x Fluminense - Cazares

A vinda de Cazares para o Galo ainda gera contratempos fora de campo para o clube mineiro-(Fábio Barros/Agência F8)

Valinor Conteúdo
14/08/2019
19:19
Belo Horizonte

O Atlético-MG, o meia Cazares e o Independiente Del Valle, do Equador, estiveram em uma audiência na Corte Arbitral do Esporte(CAS), na Suíça, para se defenderem a ação movida pelo Banfield-ARG, que exige 15 milhões de Dólares do Galo e do clube equatoriano por um pedido de ressarcimento dos argentinos que alegam terem sido lesados por brasileiros e equatorianos.

Entenda o caso

O imbróglio jurídico se iniciou em 2016, quando o Banfield entrou com a ação pelos direitos de Cazares, que estava emprestado pelo Independiente Del Valle aos argentinos, antes de vir para o clube mineiro.

A equipe argentina alegou ter prioridade para comprar os direitos de Cazares e chegou a fazer um depósito na conta do time equatoriano. Porém, o Independiente Del Valle não aceitou a transação e vendeu o jogador para o Galo.

A ação foi para a FIFa, que considerou improcedente, não dando razão à petição dos argentinos. O Banfield, então resolveu apelar ao CAS.

O resultado do julgamento não foi conhecido, e pode demorar até uma semana. Todavia, é improvável que o CAS dê ganho de causa ao Banfield. Sendo assim, o clube argentino deverá fazer a última tentativa e ir na Suprema Corte do Esporte, que também fica na Suíça.

A solução rápida desse caso é outros relacionados à demandas na FIFA é prioridade no Galo para evitar sanções esportivas e administrativas contra o clube, como perda de pontos e até rebaixamentos.